domingo, 12 de abril de 2020

Mata-Bicho 34: uma Páscoa Feliz!

Neste dia de Páscoa, de Ressurreição, tem interesse ler este artigo de Helena Matos, no Observador, sobre certas "vacas sagradas".



Para complemento e informação esta última "conversa em família" de Marcello Caetano, em 28.3.1974.
Nela diz coisas sobre o comunismo, com clareza e opinião assertiva. E diz também que em Portugal nessa época era "visível a profunda transformação da vida nacional em todos os sectores, a partir da acentuada melhoria económica e da aceleração da política social".
Fala do racismo preto e dos problemas que o Ultramar suscitava, com a sua equação clara e consistente.
Fala também do "golpe das Caldas"...precursor do golpe que viria dali a um mês e fala da censura e condicionamento informativo por causa da guerra no Ultramar.
Particularmente tocante é a manifestação de uma ilusória convicção que o povo autóctone das então províncias ultramarinas, por ocasião da sua visita em 1969 lhe terá manifestado no sentido de aceitarem o status quo existente...




Não foi nesta emissão que Marcello Caetano se referiu ao "tempo de vacas magras", como agora o seu homólogo socialista dos tempos modernos o faz. Mas lá iremos um dia destes.

Sem comentários: