sexta-feira, 10 de abril de 2020

O fim dos Beatles foi há 50 anos

Há 50 anos no dia de hoje os jornais, particularmente os ingleses,  davam a  notícia: os Beatles tinham acabado. Terá sido Paul McCartney a anunciar a separação. Nunca mais se juntaram os quatro para tocarem como grupo, apesar de ter sido repescada de arquivos a voz de Lennon em duas canções, já em meados dos anos noventa: Free as a bird e Real Love.

Na altura, em Abril de 1970, sabia pouco dos Beatles e da sua música. Alguns temas do disco Branco, do Yellow Submarine ou Sgt Pepper e pouco mais.
O Let it be só saíria nos primeiros dias de Maio desse ano, apesar de ter sido gravado antes do disco saído no final de 1969, Abbey Road, verdadeiramente a última gravação em disco dos Beatles.
Quem sabia então muito sobre o grupo era este especialista que além do mais coleccionou os discos desde a primeira hora dos singles e se tornou um conhecedor da obra, publicando mesmo vários artigos sobre o grupo.



 Por mim cheguei sempre atrasado aos discos dos Beatles. Mas ainda a tempo de ouvir praticamente tudo, em versões originais de vinil que é outro som.

Quando os descobri como grupo a conhecer já nem existiam. Hello, goodbye! Foi em Abril de 1970 que comprei este jornal quinzenal que ia ainda no nº 6 ( saíra em Fevereiro o primeiro número) e foi por causa dos Beatles, já com os seus elementos apostados em discos a solo.
O primeiro, de Ringo , Sentimental Journey, de pendor country, já saíra no início de Abril e depois o de Paul McCartney sairia em meados de Abril, escassos dias após o anúncio da separação. Semanas antes surgira o single Let it be, como aqui se dá conta.


Na verdade, para além dos Beatles havia mais canções e artistas com interesse. Até a Rose Garden ...


Em Agosto desse ano a revista Mundo da Canção dava o destaque da capa à capa do disco Let it be que saíra em Maio e publicava duas letras do disco, à semelhança do que fizera em números anteriores. Sobre o fim do grupo nem uma linha.


Não havia falta de informação em Portugal no que se referia aos Beatles, no aspecto mais publicitário  e de marketing.
Para o comprovar basta ver estes livros da autoria de outro especialista português do grupo, Abel Rosa que compilou as publicações periódicas nacionais com artigos e fotos do grupo. E ainda tem outro livro apenas com recortes dos jornais da época:


Em Dezembro de 1969 tinha visto esta foto publicitário do grupo, na revista Mundo Moderno e durante algum tempo adornou um recanto do quarto.


Depois, ao longo dos anos,  a descoberta da música dos Beatles tornou-se importante. No final dos anos setenta, julgo que a editora discográfica Valentim de Carvalho reeditou quase todos os discos dos Beatles e tive então ocasião de ouvir alguns pela primeira vez.

Também a primeira vez que pude ler algo sobre todos os discos do grupo foi nesta revista de Novembro de 1975 quase toda consagrada aos Beatles e os seus elementos a solo. Um manancial de informação, cronológica, crítica e ilustrada em profusão, por ocasião do décimo aniversário do grupo. Quando vi a capa pensei: que coisa mal feita...acho que conseguiria fazer melhor.


De vez em quando surgia uma revista que mostrava mais imagens que outra coisa qualquer, em "farb poster" ou "Posterwhal ganz gross" como esta Pop, alemã, de Dezembro de 1974:


No entanto a melhor imagem ilustrada sobre os Beatles é esta, a meu ver, de um livro editado em 1969, da autoria de Alan Aldridge:


Por causa desta imagem comprei em 1976 este livro que não era sobre os Beatles mas sobre a música pop. O livro fora editado em 1973 pela Livraria Paisagem, do Porto e a capa era atribuída, singelamente, a um "Marco". Deve ter sido um finório que conhecia o livro do Aldridge e não esteve com meias medidas. De resto falta mais de metade da imagem original...


Ao longo dos anos, particularmente depois da década de noventa o número de publicações dedicadas ao grupo e à sua obra é impressionante.
Sempre que via alguma com interesse, comprava.  Falta-me a do número especial do Blitz.


Estas últimas páginas são de um dos primeiros livros ilustrados dedicados ao grupo, com rótulo de qualidade: The Beatles-An Illustrated Record e tratam precisamente do tempo que agora perfaz 50 anos. Contam a história do que aconteceu...


Não é preciso copiar nada da internet para fazer artigos sobre os Beatles. Basta mostrar as fontes.

Sem comentários: