Avançar para o conteúdo principal

O Peixoto da Corporativa tinha um filho na Câmara

Vem na Sábado:


Portanto este é um dos bravos do Câmara Corporativa que gostavam de ser mais papistas que o papa e que afinal eram apenas uns papalvos com a mania de serem muito sabidos. Devo confessar que aprecio o Abrantes no estilo do que escrevia que não no conteúdo e ainda apreciava o gosto musical que dizia ter. Não sei se é este Peixoto ou não e desconfio que não será.

Mesmo assim fica aqui uma pequena condescendência de adversário e por isso homenagem despropositada à eventual ingenuidade, descontando a palermice de se fazer passar por quem não era e assumir a defesa de um malfeitor nacional pensando que era por bem.  Coitado do Abrantes. Se é este Peixoto,  passou um mau bocado...

Esta canção de John Fahey relata a história de outro palerma que um dia viu a sua apaixonada a beijar outro indivíduo num baile e nem quis ouvir mais explicações, rompendo com ela. Anos mais tarde soube que era um irmão dela...





Comentários

Floribundus disse…
onde moro há uma administração de condomínio que privilegia os okupas da garagem

e pensa que as assembleias de condóminos substituem a AR

PqP
Adelino Ferreira disse…
Destes quem é o CEO

https://youtu.be/rb6EfpSA52U
AAA disse…
Gostava de ouvir o José sobre a entrevista de hoje no DN ao Dias Loureiro.
Floribundus disse…

'num lado se pôe o loureiro,
noutro se vende o vinho'