domingo, 7 de março de 2021

A esquerda que não se enxerga

 Miguel Sousa Tavares é um indivíduo de esquerda, de um PS híbrido, formado em Direito, jornalista, escritor de romances de supermercado e filho de opositores ao anterior regime. 

O pai empoleirou-se nas guaritas do Largo do Carmo para dar instruções aos que cercaram Marcello Caetano no dia da sua queda; a mãe compôs umas poesias de loas á Revolução como "o dia inicial inteiro e limpo". 

No Expresso desta semana fez um balanço da obra daqueles que derrubaram Marcello Caetano e ergueram o regime depois do dia inteiro e limpo. O escrito  denota bem toda a borrada que fizeram, mas o indivíduo não tira ilações disso. 




Sem comentários:

Os escombros do apocalipse