quarta-feira, 19 de agosto de 2020

Como se ensina o jornalismo em Portugal?

Vendo este postal no blog Blasfémias percebe-se que há uma tendência no jornalismo actual em pautar os títulos de notícias pela novilíngua de um politicamente correcto que carece de identificação.

Não é por acaso que estas notícias aparecem nas tv´s redigidas de modo particularmente tendencioso e orientado para uma certa ideologia que à falta de melhor designação se entende como politicamente correcta, o que em si mesmo é já uma ideologia.

Assim é necessário perceber quem ensinou esta gente nova a redigir assim e a apresentar notícias assim.

As escolas de jornalismo em Portugal já são mais que as mães e suscitam grande apreensão quanto à qualidade do ensino pelo resultado que se vê, mais próprio de doutrinação saída de madrassa e todo orientado ideologicamente.


Como é que se chegou até aqui? Quem ensinou esta gente e que professores tiveram, por sua vez? De onde vêm os programas e quais são as matérias e manuais de ensino?

São perguntas que ficam no ar e que merecem profunda reflexão porque esta ideologia tem marcado os últimos anos de informação em Portugal.

Que gente é esta que mais parece robots, bots que se infiltram para debitar causas e ideologia esquerdista?

Será um castigo que toda a gente tem que suportar ou haverá saída desta cloaca que infecta tudo e todos?

Sem comentários: