Páginas

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

O professor jornalista comentador também toma partido pelos seus

Marcelo Rebelo de Sousa, mais conhecido como "o professor" apesar de pouco ter escrito de valor original e insofismável sobre coisa alguma de ensino, comentou ontem na TVI  as últimas do caso do BES/GES.
A vida pública de Marcelo, aliás, prende-se a tudo menos ao ensino pelo que não se percebe a parolice do título emprestado pela TV.

O que comentou não foi do agrado de um dos membros do clã e hoje o referido "professor" é desfeiteado na praça pública com um epíteto feio: mentiroso.

Assim, no Observador:

O presidente do BESI, José Maria Ricciardi, acusou esta segunda-feira Marcelo Rebelo de Sousa de mentir, durante o comentário habitual de domingo na TVI, e diz que o ex-líder do PSD passava habitualmente o fim de ano numa mansão de Ricardo Salgado, noticiam os jornais económicos.

No comunicado enviado, José Maria Ricciardi começa ao ataque e logo no início manda um recado a Marcelo Rebelo de Sousa: “Eu compreendo que o Prof. Marcelo Rebelo de Sousa tenha muita mágoa em não poder continuar a passar as suas habituais e luxuosas férias de fim de ano na mansão à beira-mar no Brasil do Dr. Ricardo Salgado, mas essa mágoa não o autoriza a dizer mentiras a meu respeito e do banco a que presido, conforme fez no seu comentário de ontem”.

Logo de seguida, José Maria Ricciardi diz que Marcelo Rebelo de Sousa mentiu ao dizer que como presidente do BESI tinha autorizado a emissão e colocação de papel comercial do GES e quando fez alusão à permanência do atual presidente do BESI tanto no BES e no GES, depois de conhecido o episódio da rutura com Ricardo Salgado
.

O aludido professor devia ser mais comedido a comentar questões de família onde tem interesses cuja declaração ficou por fazer devidamente.  Para além de perder credibilidade como comentador, equivalente ao factor confiança na actividade bancária, perde também a honra se se confirmar a galga em formato doloso.
A sua aproximação a um dos primos deveria refreá-lo de qualquer ataque pessoal ao outro primo, uma vez que tal significa tomar partido sem o declarar. É feio, para não dizer pior.

2 comentários:

S.T. disse...


ehehehehehe «galga em formato doloso»

Floribundus disse...

o entertainer, como é seu hábito, procura ser habilidoso nos comentários lateralizando as questões

mas ontem não foi suficientemente cuidadoso e vai ter que repor os factos ou ...

acho ignóbil o que se passa na assembleia.
este assunto devia ser exclusivo das magistraturas

parece um daqueles programas de casa de meninas em que a tv é fértil
com sexo e mulé pêlada

algumas ainda me deviam pagar para as ver

ontem falou-se em tomates, mas devido à crise devem ser importados

tivemos a presença do eng das vacas loucas políticas

a esquerda parece um desfile de Janízaros
um passo à esquerda e dois atrás

isto só vai com um pontapé no CU