Páginas

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Um balde de enxúndia para cima de A. Costa.

RR:

O primeiro-ministro, António Costa, pediu, esta terça-feira, desculpa pelas falhas do estado que levaram à tragédia dos fogos, de domingo.

"Não vou fazer jogos de palavras. Se quer ouvir-me pedir desculpas, eu peço desculpas", disse Costa em resposta a uma intervenção do líder parlamentar do PSD, Hugo Soares.

"Se não o fiz o antes, não é por não sentir menor peso na minha consciência, porque tenho a certeza que, tal como eu, quem quer que estivesse nas minhas funções não teria vivido todos estes meses com um grande peso na consciência sobre o que aconteceu em Pedrógão e o que voltou a acontecer este fim-de-semana", justificou Costa, para concluir: "Sei que viverei com este peso na consciência até ao último dia da minha vida."


Evidentemente, se não fosse o discurso de ontem do PR, este A. Costa,  teria este discurso?
Não tinha porque ainda no dia de ontem e anteontem se ria de quem lhe perguntava sobre estas coisas. Agora pede desculpas como quem diz "é isso que queres, desculpas? Está bem, peço desculpa e levem lá a biciclenta sem me chatearem mais"...

Foi esta, a atitude. Infantil em quem o não queria ser.

É mais um Inenarrável.  E devia demitir-se, afastando-se da política para sempre. Já deu sobejas provas de ser um incompetente e também aldrabão.Não percebo como é que se pode sobreviver politicamente, com mais de 100 mortos na consciência e comprovadamente vítimas de incompetência de um governo que o indivíduo lidera, com sistema de segurança e protecção civil que o mesmo arquitectou há anos e com decisões políticas que indubitavelmente contribuíram para este impressionante número de vítimas. Não percebo.

Ao menos o presidente da República foi ao local e aparentemente não se incomodou com a mãe que perdeu o filho e o abraçou com as mãos enxundiosas.



O balde que a mesma trazia deveria ter sido despejado pela cabeça abaixo deste Costa Inenarrável...

32 comentários:

zazie disse...

Ele disse isto a imitar o Marcelo. Como se fosse uma indirecta.

Floribundus disse...

sentiu-se encostado à parede

ontem foi encontrar-se com autarcas

hoje recebeu a Associação das vítimas

hoje comeu na ar

tem uma moção de censura à vista

são demasiados sapos vivos em 24h

parece-me haver em preparação qualquer coisa de malsão

péssimas intenções?

Neo disse...

"desculpa pelas falhas do estado que levaram à tragédia"

Lá está. Foi o Estado que falhou. O governo não tem culpa.
Pedir desculpa seria reconhecer que se errou, que se negligenciou. Coisa que não vi este sociopata fazer.
Esta inflexão do riso cínico à demissão daquela criatura patética a quem os mortos prejudicaram o gozo das férias, vem do facto de perceber que o poleiro começava a ficar em risco, a ser contestado com moções, com o fim do apoio calculista da criatura beijoqueira e com a imprensa amiga a não conseguir inteiramente afastar do ecrã a dor e revolta da população afetada pelo inferno das chamas.
Este pesadelo só terminará quando houver consequências penais para estes aldrabões.
Não podem morrer mais de 100 pessoas em vão e ainda serem acusados de falta de resiliência. Ou, provavelmente podem...

Kaiser Soze disse...

Por estes dias, disseram me que o Costa inspirava confiança e perguntei porquê.
Era uma sensação...

Disse que me era difícil confiar num gajo que aceitou um cargo para o qual não foi eleito e, pior dos piores, apoiado pelos maiores inimigos da democracia.

Não me surpreende esta falta de vergonha mas lamento a. Lamento a falta de vergonha e os mortos que provavelmente por não terem uma histérica Avoila no meio deles, tombaram.

Tou a ganhar um asco ao PS que pensava apenas destinar ao Sócrates e ao Soares.

Ricciardi disse...

Convém esclarecer a provedoria para a excelência jornalística que o Costa já estava nas baleares de férias quando aconteceu a tragédia de Pedrógão.
.
O que leva o leitor comum a comunicar à provedoria que faça o favor de mudar o título da notícia por ser, manifestamente, incorreta.
.
Terá sido Costa incompetente?
.
Acho que não. O facto de acontecerem tragédias, que aconteciam quem quer fosse o PM, não resulta daí incompetência do PM.
.
É a vida. Também quando aconteceu aquela tragédia com 700 mortos em 1969 devido às cheias em Lisboa, não me lembro do PM de então pedir desculpa ou a demissão.
.
E fizeram bem. Ele há acontecimentos extremos que são imprevisíveis, embora possam ser antecipaveis problemas por razões de ordem conjuntural.
.
Na verdade estes fenómenos extremos devem ser tratados como normalidade para futuro. O clima mudou e com ele deve mudar a percepção que tínhamos acerca da sazonalidade das chuvas e da seca.
.
O clima mudou, pois então, e este ano parece ser o primeiro de muitos que por aí virão.
.
Evidentementez demagogia tática quer fazer crer a população que a causa é a incompetência deste PM. Mas não é. Qualquer outro PM teria que aguentar com iguais fenomenos. Como é evidente.
.
Este PM até foi mais longe porque percepciou alterações profundas nos climas. Pediu pareceres técnicos avançados para poder agir certeirsmente. Os estudos chegaram três dias antes desta nova vaga de incêndios. O que significa que seria impossível já ter posto em marcha qualquer solução para os problemas que temos há décadas na prevenção.
.
O povo percebe bem quando os políticos e adeptos usam táticas abutres para se aproveitar da desgraça alheia.
.
Rb

joserui disse...

Sobre o Costa não me vou repetir, o indivíduo é repugnante… mas mais uma vez e como acontecia com o outro, não vou dizer nomes, mas é o trafulha Sócrates, aquilo que me repugna para muita gente são qualidades. A "habilidade política"… Jesus Cristo, não há paciência.
Convinha relembrar a actuação deste indivíduo em 2005. O 44 foi para o Quénia — o país a arder de lés a lés, ficou este. Ardeu tanto ou mais que este ano. Só quando o 44 regressou é que foi solicitada ajuda internacional. Mas isto era bom com os recortes do José, já me lembro mal.
Em 2003, os tais 425.000 hectares, com o PSD à frente — o ex-MRPP Durão Barroso. Também podem limpar as mãos à parede.

Jorge Marques de Tocqueville disse...

Que ou quem não pode ser responsabilizado por um facto punível, por não ter as faculdades mentais e a liberdade necessárias para avaliar o acto quando o praticou.

"inimputável", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/inimput%C3%A1vel [consultado em 18-10-2017].

António Costa não se desculpa por não sentir o menor peso na consciência:
- A política florestal é dele
- O contrato com o Siresp é dele
- O contrato de meios aéreos é dele
- A estrutura de protecção civil é dos amigos dele

Só os mortos são dos outros, e eles que os enterrem e não sejam piegas

Parabéns ao povo português que prefere e premeia os habilidosos da política.

Pode e deve o PR dar posse aos novos ministros antes da votação da moção de censura?

zazie disse...

Nomeou aquela coisa que dá pelo nome de Cabrita

E o Siza Vieira para adjunto.

Mais que família chegada.

josé disse...

O Cabrita é outro dos que não se demite nem que chovam picaretas.

Vai chover pior que isso...

joserui disse...

Ah, li agora mais 500.000 hectares este ano, porreiro pá.

joserui disse...

Não estava a ver quem era o Cabrita… há algo de perturbador no ar destes indivíduos do PS…
Diz que o outro é sócio da sociedade de advogados "que fez a assessoria jurídica do contrato inicial do SIRESP, assinado em 2006 por António Costa"… e grande amigo do Costa. No PS continua a ser para os amigos tudo…

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

“Convém esclarecer a provedoria para a excelência jornalística que o Costa já estava nas baleares de férias quando aconteceu a tragédia de Pedrógão.”

Cada tiro cada melro.
Pedrogao: 17/6
Férias do PM: http://www.sabado.pt/portugal/politica/detalhe/antonio-costa-de-ferias-ate-ao-debate-sobre-estado-da-nacao

Apesar de tudo, há que reconhecer: a sua admiração por aldraboes de feira é sincera.

Miguel D

joserui disse...

Por falar em perturbador… diz o Alegre: "“Talvez a culpa seja minha, porque fui deputado e participei na construção de uma democracia que a páginas tantas se distraiu e não soube resolver problemas estruturais, como o reordenamento do território e das florestas, assim como o combate ao abandono e à desertificação do país.”
A palavra chave é "talvez", já para não falar nas emissões da rádio Argel, onde este traidor… huh… traía Portugal numa base regular.

Ricciardi disse...

O meu avô, que Deus o tenha, dizia que não há alguém mais qualificado para perceber a competência doutrem que os mais incompetentes.
.
Queria ele dizer que o incompetente não tem competência para avaliar a competência alheia e, à falta de melhores competências, diverte-se a destruir a competência dos competentes para justificar a sua própria competência.
.
Normalmente quem nunca se salientou em coisa alguma passa a vida a desqualificar o mérito alheio. É uma forma de compensar o vazio.
.
Os portugueses em geral têm especial propensão para a maldicencia.
.
Na america, por exemplo, mais especificamente na Califórnia os mortos já somam 40 nos incêndios e os desaparecidos são às centenas.
.
A cobertura jornaleira e blogueira não maldiz o governador, nem os bombeiros nem as forças de segurança. Tenho lido todos os jornais de lá onde se consegue discutir coisas sérias.
.
Por cá continua o frenisim tribal daqueles que não simpatizam com a governança e daqueles que simpatizam.
.
Parecem maluquinhos.
.
Isto foi intensificado por um gênero de gente que fez escola nos últimos 7 anos no PSD. Saidos todos das jotas.
.
Felizmente o cheerleader coelho saiu de cena mas ainda se mantém, imagine-se, o arruaceiro do Hugo Soares que tem tanto nível quanto qualquer adepto de futebol.
.
Rb

Ricciardi disse...

Rui Rio, homem, Hugo Soares borda fora. Rua.
.
Uma limpeza total ao partido. Rua com as marionetes coelhinas. Fora com os libertários que assaltaram o partido. Descolagem completa aos saudosistas radicais do velho estado novo que vem na imbecilidade coelhina semelhanças com querido lider de santa comba.
.
Rua.
.
Rb

José Domingos disse...

A ministra do mai, servia para saco de box, para não chatear o tó chamuça, andava mais descansado, toda esta situação me cheira mal, acho que está mal contada, parece combinado, agora está nos cornos do touro.
Que não lhe doa os cornos.
Pareceu-me ler que o dinheiro dado para Pedrogão e que está na cgd, parte foi doado para equipar os hospitais de Coimbra, segundo o ceo da mesma.
A ser verdade é uma vergonha, o dinheiro foi DADO ás pessoas e não ao estado.

foca disse...

Ricciradi

Foste apanhado pá, vê se atinas

Hugo disse...

José, bem escrito. Esta trupe geracional merecia um estudo psicológico. Parecem os piores dentro dos piores. Com o Cabrita as conferências de imprensa serão bem complicadas... consta que ele arrebanha tudo o que é microfones...

AAA disse...

O Costa não passa de um nojo de estadista. Os incêndios apenas vieram por isso a nu.

Luzia Machado disse...

Andaram para aí a acusar o Passos Coelho de dizer que vinha aí o diabo...e não é que ele veio mesmo?

Manuel disse...

Bebeu a imbecilidade no leite materno. Peiėsse, peiésse...
Enviem-me a avença, perdão, as garrafas num envelope com fita cola.

Manuel disse...

O ministério das bestas era mais adequado:
https://m.youtube.com/watch?v=20GbgW9Lkh0
Botar este truculento logo neste ministério e com as reivindicações que aí andam, até diria que o "nojo de estadista" quer criar a tempestade perfeita para os outros o despedirem, sair como vítima aos olhos do desinformado tuga e poder tentar finalmente ter a legitimidade governativa que dá ter maioria de votos. Mais um fósforo (tb poderia dizer filósofo) com ego de downburst.

joserui disse...

Porque é que o Tavares é um palerma impenitente? Porque é que o palerma do Tavares tanto fala de Salazar? O palerma do Tavares não consegue fazer valer um único argumento pelo seu valor, sem mostrar à esquerda que também bate no peito com profundos sentimentos antifassistas. O indivíduo de brilhante nada tem, mas começo a suspeitar que é burro como um seixo. Começo a suspeitar que está bom para o pasquim onde escreve.

Carlos disse...

...era preciso sair d'esta merda, e ele agarrou na bosta que tinha à mão!

Expatriado disse...

Dada a situação de calamidade que o País atravessa, porque não adiar o descongelamento de carreiras e o aumento de pensões acima de, digamos, 2500€ e usar, durante 2 anos, essas verbas para financiar à recuperação do País?

Certo que a geringonça não o vai fazer, porque não sugerir esta proposta, ou outra acção, a partir do PSD e/ou CDS?

Manuel disse...

Essa nunca passaria. É uma das bandeiras eleitorais da geringonça. Aumento de impostos indirectos para todos, piores serviços de saúde, piores transportes públicos piores estradas,etc, etc, é o que nos espera.
Quanto temos um golpista perito em salvar a pele como PM, não se pode esperar outra coisa. O país e os portugueses vêm no final da lista de prioridades desse seboso sem escrúpulos que só quer tratar da vidinha. Que merda de políticos temos hoje em dia. Pior, com a saída de Passos Coelho deixei de ter opções de voto nas próximas eleições. Mais um nulo.

Floribundus disse...

há quase 2 anos que ouvi dizer que antónio das mortes

tinha necessidade de ser 'o nosso 1º'
devido a rabos de palha

limito-me a ouvir

'on dit' que algumas das armas de tanços foram entregues ao domicilio devolvidas pelo comprador por estarem em mau estado de conservação

Floribundus disse...

'it is said'
que o PR tem vizinhança asiática nas lojas da rua direita (devia ser esquerda) e que estes todas as semanas mudam de empregados

a Europa central deve estar muito grata pela facilidade de entrada no espaço comum

Maria disse...

Salvo algumas, pouquíssimas, excepções, este Costa e todos os corruptos que o seguem como cães pisteiros e calam as obstruções à Justiça, vivendo das migalhas que lhes cabem por apoiarem este incompetente sempre de tacha arreganhada. Todos eles são sabujos da pior espécie. A esquerda oportunista e promíscua anda desde o 25 de Abril na peúgada de quem manda. Primeiro bajularam Soares, o verdadeiro dono disto tudo, fingindo desconhecer todas as traficâncias e ilicitudes (e crimes de sangue que ficarão para sempre ligados à sua tenebrosa pessoa) que lhe podiam ser imputadas, até a sua morte. Depois seguiu-se Sócrates, apoiadíssimo por Soares, pudera!, tendo toda a corrupção por aquele praticada sido sucessivamente encoberta, com o fim dos seus atentos seguidores terem direito a apanhar as migalhas por si distribuídas.

Depois entra em cena o comunista e farsante-mor Costa e após vários golpes de rins e outras tantas manobras de bastidores, secretas, seguir à risca o seu anterior braço direito nos processos sujos em que este andou metido durante todo o tempo que governou. E com o cinismo e a manhosice que lhe são característicos e conhecedor profundo do percurso sinuoso e ultra-corrupto adoptado pelo outro, tem vindo a fazer exactamente o mesmo apenas alterando os métodos. Ou seja, os trilhos percorridos são os mesmos, só houve mudança de carris.

Costa, sabidão onde os há, socorrendo-se de manobras sujas e traições de vária ordem conseguiu aceder ao poder sem o merecer nem a ele ter tido direito, sendo no entanto este o seu objectivo mais ambicionado desde o dia em que saboreou algo jamais pensado - um cargo político influente e o estatuto que tal conleva - não se detendo nos meios até alcançar os fins.

Tivesse outro governante estado no poder que não Costa e a tragédia de mais de uma centena de mortes e os milhões de hectares de área ardida no país, sem esquecer a criminosa e imperdoável destruição de um pinhal mandado plantar há muitos séculos por D. Dinis, jamais se teríam verificado.

Maria disse...

O Costa andou pendurado no Presidente em tudo quanto foi visitas pelo País e manifestações de todo o género por este efectuadas. Aparecia ao lado dele por todo o lado, suscitando uma atitude anormal e inusitada, claro que só para usufruir da enorme popularidade de Marcelo e sair-se 'também' glorificado, tentando fazer esquecer (em vão) a obra vergonhosa que tem pontificado todo o seu consulado.

Marcelo disse que nada o fará esquecer as mortes havidas nos incêndios enquanto durar a sua presidência e mesmo para além dela. O Costa, muito pressuroso e sempre oportunista, veio proferir exactamente as mesmas palavras sem o mais pequeno pejo de estar descaradamente a imitar o Presidente, sabendo nós que ele nunca chegara a pedir desculpa pelas tragédias ocorridas durante todo este tempo e que aconteceram por sua única e exclusiva culpa. Só o fez a contra-gosto há dois dias e após ter sido instado inúmeras vezes por vários parlamentares e finalmente por (Hugo Soares?) do PSD. Pior VERGONHA não há!

Adelino Ferreira disse...

A senhora doutora professora assuncão cristas não esteve bem com a proposta das 20 (vinte) novas Estações do Metro, mas aqui, sim senhora..

http://derterrorist.blogs.sapo.pt/nao-confundamos-as-pessoas-nao-3596419