segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

A extrema-esquerda pindérica que temos por cá

 Artigo de Vasco Pulido Valente já com uns bons anos em cima, mas sempre actual, no que se refere à caracterização da "extrema-esquerda" figurada no Bloco de Esquerda e também no PCP. 


Tirando este retrato continua a subsistir um outro, a foto-maton, em cor sépia sobre outro tipo de extremismo esquerdista e que é melhor definido num artigo desta semana na revista francesa L´Express. Artigos destes não há por cá nem os adelinos farias sabem ler. 

A extrema-esquerda do Bloco aparece aqui acompanhada da Ultra-Esquerda de um Livre ou de aparentados à candidata Ana Gomes.  

É a esquerda que tem Guy Debord e Castoriadis como faróis intelectuais e ainda respira o ar de Maio de 1968. 

Segundo o autor a diferença entre ambas reside no carácter autoritário da primeira extrema em oposição ao anti-autoritarismo ultra. 



Sem comentários:

Os escombros do apocalipse