sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Mata-Bicho gourmet

Esta pequena crónica no CM de hoje, de João Pereira Coutinho diz muito sobre o modo de ser português e como se processa o relacionamento do cidadão comum com a classe política. Acho até que esta crónica revela mais sobre tal modo de ser do que todo o volume, aliás, magrinho, com menos de 200 páginas do opus magnum Labirinto da Saudade,  do "parceiro pensador" da esquerda, Eduardo Loureço...



 Sobre o combate ao bicho valerá a pena ler um artigo da revista francesa Science&Vie deste mês em que destaca o modo como países como o Japão resolveram o problema: rastreio e controlo de núcleos de infecção graves. Trabalho de campo, portanto e que é o que não temos por cá. 



No mesmo número esta pequena notícia dá conta de que afinal a hipótese de contaminação global pelo bicho pode ter surgido de acidente em laboratória...de Whuan. Ou seja, a conspiração pode ir além da simples teoria. 


A revista Science&Vie tem sido ao longo das décadas uma das minhas fontes de informação geral sobre assuntos científicos e curiosidades, mas há outras, nomeadamente americanas. 

Em Portugal era difícil até há uns anos ( antes da Internet) saber coisas dispersas sobre ciências aplicadas e em explicação compreensível para neófitos. Essas revistas eram por isso um maná. 

Tenho algumas por aqui e vou dar conta um dia destes do acervo e respectiva importância das mesmas. 

Sem comentários:

Os escombros do apocalipse