sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Temos outro Noronha no STJ?!

 Sapo:


Não me admirava nada. Mesmo nada. A separação de poderes em Portugal parece ser apenas uma balela e a influência dos sistemas de contactos minam e envenenam a democracia. 

O pSTJ actua como juiz privativo dos assuntos criminais relativos ao primeiro-ministro e tal deveria ter sido modificado há muito, desde que o antigo PM José Sócrates foi envolvido no caso Face Oculta, mas nada se fez. 

Agora, surge isto, mais uma vez a lançar suspeitas sobre a isenção e competência do pSTJ. O MºPº esteve atento e recorreu. Veremos no que dá...

Sem comentários: