Páginas

terça-feira, 17 de outubro de 2017

O senso comum é o que nos faz falta

Jornal i de hoje, um especialista que fala do que sabe e diz isto que aqui fica.


Os jornais por vezes ainda valem alguma coisa e é uma pena que não valham sempre, todos os dias.

21 comentários:

Floribundus disse...

'o que faz falta é enganar a malta'

temos toda a espécie de lixo humano como dirigentes politicos de esquerda

Floribundus disse...

recebeu-se aqui em casa
a papeleta para pagar a taxa da
desproteção sibil

protegem-se a si próprios

joserui disse...

A entrevista é interessante… não sei até que ponto avisos e campanhas surtem efeito neste país com este povinho irresponsável. Em Aveiro, houve foguetório este Domingo, em pleno estado de emergência declarado.
Há também uma pequena corrente de meia-dúzia de especialistas que afirmam que os incêndios de origem criminosa são poucos — com a mesma lógica de quem considera Sócrates inocente. Os incêndios começam à noite, mas não há provas de crime. Se os incendiários confessassem, seria tudo mais fácil.
Há anos quando estive em Mafra, andávamos nas patrulhas de madrugada fora da tapada e vimos gente a atear incêndios. Foram avisadas as autoridades pelo rádio, mas os criminosos não andam às claras.
Em 2005, o país ardia o 44 estava a banhos, o Costa nem ajuda internacional soube solicitar. Nas estradas em plena mata nacional, pontas de cigarro a voar pelas janelas eram à dezenas. Que avisos e campanhas resultam com esta gente porca, sem civismo ou educação?
Onde tenho o terreno, já começou a arder várias vezes. Uma vez durante um funeral com a aldeia em peso na capela, menos um notório indivíduo; outra foram trolhas a queimar lixo algures que atearam o mato; mais duas não sei. No interior há um grave problema de alcoolismo por exemplo. As causas fúteis e com os copos não deixam de ser criminosas.

Vivendi disse...

"Que dizer dum país onde o Presidente da República aguarda pelo intervalo dum jogo de futebol para falar ao país?"

AM

josé disse...

Que o indivíduo também estava a ver o jogo...

Floribundus disse...

uma desgraça de discurso só transmitido em directo pela CMTV

mostrou que só conhece o país no que respeita a afectos

falou do ordenamento florestal num país onde ardeu mata nacional em péssimas condições:
pinheiros por desramar
mato no pinhal
ervas secas na berma da estrada

além de ter medo da própria sombra, como na BD
borra-se só de pensar na renúncia de antónio das mortes que agora o afronta

PR e pm
'porqué non te callas'

'mpntónes de mierda' em quantidades industriais

o gulag segue inparavelmente o seu rumo

Floribundus disse...

há mais de 30 anos um colega de escola que com motosserra cortou um eucalipto contra uma linha da EDP não causou qualquer incêndio
apesar do contacto durar minutos

segundo 'piritos' da UC causou o incêndio de Pedrogão

'uns são += que outros'

mensagensnanett disse...

Já chega!
Foram mestres/elite em economia que enfiaram ao contribuinte autoestradas 'olha lá vem um', estádios de futebol vazios, BPN, etc, etc, etc.
Leia-se: quem paga - vulgo contribuinte - não pode deixar de ter uma palavra a dizer!
---»»» Leia-se: O CONTRIBUINTE NÃO PODE PASSAR UM CHEQUE EM BRANCO A NENHUM POLÍTICO!!!
.
.
Democracia Semi-Directa!
-» Explicando melhor, em vez de ficar à espera que apareça um político/governo 'resolve tudo e mais alguma coisa'... o contribuinte deve, isso sim, é reivindicar que os políticos apresentem as suas mais variadas ideias de governação caso a caso, situação a situação, (e respectivas consequências)... de forma a que... o contribuinte/consumidor esteja dotado de um elevado poder negocial!!!
-» Dito de outra maneira: são necessários mais e melhores canais de transparência!
.
Exemplo:
Todos os gastos do Estado [despesas públicas superiores, por exemplo a 1 milhão (nota: para que o contribuinte não seja atafulhado com casos-bagatela -» a Democracia Directa tem precisamente este inconveniente!!!)], e que não sejam considerados de «Prioridade Absoluta» [nota: a definir...], devem estar disponíveis para ser vetados durante 96 horas pelos contribuintes na internet num "Portal dos Referendos"... aonde qualquer cidadão maior de idade poderá entrar e participar.
-» Para vetar [ou reactivar] um gasto do Estado deverão ser necessários 100 mil votos [ou múltiplos: 200 mil, 300 mil, etc] de contribuintes.
{ver blog « http://fimcidadaniainfantil.blogspot.pt/ »}
.
.
.
Um caso:
- dinheiro mal gasto... podia ter sido utilizado na compra de maquinaria florestal... no sentido de serem criadas ZONAS DE SEGURANÇA... para que a população possa ficar em segurança face à eventualidade de ficar cercada por um incêndio.



Floribundus disse...

finalmente a constança saiu pelo cano de esgoto
do antónio das mortes

o sec est gomes é o mais indicada para substituir a prof dra

está um lindo dia de trovoada
cuidado com o raio ...

parece um episódio de BD
este e os próximos

a garotada canta o giroflé

zazie disse...

Olhem-me a carta da cretina que só sabia dizer: "não me demito".

««”Durante a tragédia deste fim-de-semana, voltei a solicitar que, logo após o seu período crítico, aceitasse a minha cessação de funções pois, apesar desta tragédia ser fruto de múltiplos factores, considerei que não tinha condições políticas e pessoais para continuar no exercício deste cargo, muito embora contasse com a sua [António Costa] confiança”,

“Tendo terminado o período crítico desta tragédia e estando já preparadas as propostas de medidas a discutir no Conselho de Ministros Extraordinário de dia 21 de outubro, considero que estão esgotadas todas as condições para me manter em funções, pelo que lhe apresento agora, formalmente, o meu pedido de demissão, que tem de aceitar, até para preservar a minha dignidade pessoal”
»

Hugo disse...

Todos estão a fazer um figurão desde Pedrógão. Pelos vistos pediu a demissão na altura e o inenarrável júnior, pelas razões óbvias inerentes à sua miserável personalidade, não aceitou. Entretanto juntaram-se os dois com a narrativa da infantilidade de se demitir a ministra, e esta, fazendo figura de força, afirmando sempre que não se demitia. Marcelo fez o primeiro discurso de jeito, com impacto. Vai tarde. Tudo estava na mesma se não o tivesse feito, como também me parece óbvio. Daí ele ter dado uns dias para ver o que iria suceder. Parece-me claro que deve ter ficado chocado com as afirmações do trio desgraçado... Também me parece claro, agora, que a afirmação inqualificável das férias tinha um alvo: o desgraçado primeiro ministro. Cabe que não se deixe isto passar em claro: este desgraçado, que desgraçadamente, e da forma desgraçada que se sabe, é primeiro ministro, é obviamente responsável directo desta desgraça. É obsceno ter já ouvido aquela figura do bloco de esquerda (Pedro Soares, julgo) na TSF (onde por comédia, só pode, um politólogo (?) logo de seguida o sugeriu como próximo MAI...) tentar colocar-se à parte de tudo isto. Não! São todos cúmplices! Todos! Que gente indigna que não merece respeito de ninguém.

Carlos disse...

Finalmente e infantilmente o pm "aceitou" o "pontapé no trazeiro" do presidente.
No entanto, ficamos também agora a saber que a responsabilidade maior desta situação é do próprio pm, e agora?

zazie disse...

A sujeitinha nem inteligência tem para ter tido um alvo com aquela das férias.

Há-de ser assim todos os dias. Uma sabuja estúpida e umbiguista.

zazie disse...

Uma beta perdigota responsável pela porcaria da lei da imigração. é o que é.

Como é que betas destas se apaixonam por coisas ideologias rasca é que ultrapassa a minha compreensão.

São aqueles doutoramentos em politicamente correcto. E "tirados no estrangeiro" para subir a cotação.

josé disse...

Uma palerma com todas as letras do epíteto.

josé disse...

O pai, o juiz Alfredo José de SOusa, pagou-lhe os estudos. Devia ter pago para a filha se meter noutros assuntos, como por exemplo fazer renda.

zazie disse...

De bilros

":O))))

Mas, com aquelas peneiras todas acabou por entalar o Costa.

josé disse...

Huummm...foi o Costa quem a entalou, parece-me. E agora não tem saída senão a moção de censura. O Passos já pediu a demissão do Costa e fez bem.

Ela é palerma porque se deixou enredar nisto e não tem jeito nenhuma para lidar com a Administração Interna.

Nem competência, claro.

josé disse...

O Costa queria a Administração Interna ( polícias e SEF) bem ao pé dele. Literalmente? Ahahahah!

zazie disse...

É posssível e combinaram a demissão.

O Costa é manhoso. Do piorio que podia aparecer.

joserui disse...

O PR uma vez na vida parece que cumpriu. Entendeu que o discurso do Costa, mantido há quatro insuportáveis meses, ultrapassou todos os limites do desplante. O Costa, habilidoso, já só lhe interessa safar-se.