sexta-feira, 8 de março de 2019

A violência doméstica oculta pelos media...

Assim que este tipo de notícias for mais comum, acaba o problema da violência doméstica manipulado pelo feminismo activista. 

Assim que começarem a prender mulheres por factos deste teor, acaba o histerismo. A APAV já tomou conta da ocorrência ou estão à espera do ordenado de meio do mês?

Uma mulher de 36 anos foi detida esta quinta-feira, dia 7 de março, pela prática do crime de violência doméstica na Costa da Caparica. A detenção foi levada a cabo pelo Comando Territorial de Setúbal, através no Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas de Almada, tal como se lê em nota divulgada pela respetiva autoridade.


Na sequência de uma investigação, que decorria há cerca de um mês, foi dado cumprimento a um mandado de detenção. A mulher é suspeita de agredir fisicamente, de “forma reiterada e continuada”, a mãe de 60 anos. A suspeita está agora detida nas instalações da GNR até ser presente, esta sexta-feira dia 8 de março, no Tribunal Judicial de Almada.

Sem comentários: