sexta-feira, 25 de maio de 2018

A Alegre mentira com pernas curtas

Público de hoje,artigo de Francisco Teixeira da Mota a denunciar uma mentira de Manuel Alegre e a lamentar a censura judiciária à liberdade de expressão. Neste caso de um tribunal superior, da Relação. Deram um aval àquele que "ninguém cala" mas quer calar os outros que não pensam como ele.
Um caso muito mais grave do que o de Neto de Moura mas que se torna insindicável a não ser em artigos de opinião. Como este:




3 comentários:

Floribundus disse...

antónio das mortes
transformou o rectângulo no
único stalag (Stammlager) europeu

lusitânea disse...

Eu bem anuncio que agora o chique e na outra ponta do que fizeram é colonizar-nos com os libertos africanos descontentes e cheios de afectos.Esquecendo claro a limpeza étnica dos brancos e os seus bens confiscados.Um orgulho para o poeta Alegre que tanto militou nisso lá em Argel pago pelos comunistas.
Isto do actual sistema de justiça já é como dizia o outro uma vergonha.Só falta mesmo uma polícia política...
Bem há que subsidiar o Manuel Alegre libertando da despesa o TCor Brandão Ferreira contribuindo:

O NIB que receberá a nossa contribuição – em nome de seu filho – é o seguinte: 0010 0000 3321 0480 00 25 9
A bem da Nação

José Domingos disse...

Patrícia Pinheiro conhece esta malta de ginjeira, Memórias do Exílio, explica porquê.
Tenho a estranha sensação, que andam graúdos do mp, a travar processos, ou porque querem ou porque lhes mandam.
A acabar no tc (todos comunas).
Mais estranho ainda estarem os pedófilos a terem tratamento vip, com alas só para eles, pensei que eram iguais aos outros presos, pelo menos é o que está na constituição. Curioso.