terça-feira, 22 de maio de 2018

O Diário de Notícias foi morto pelo PS

O Diário de Notícias aguentou mais de cento e cinquenta anos todas as vicissitudes. Com o PS no poder, no tempo de Sócrates e a seguir, com pessoas próximas desse partido que tomaram conta do jornal, afundou-se definitivamente. Vai passar a semanário, a partir do próximo mês.

Os jornalistas, esses, serão os menos culpados do afundanço. Mas apenas porque são paus-mandados dos donos, neste caso do grupo de pessoas que rodeia Proença de Carvalho.

Este grupo privado e o PS a quem se ligam para prosperar nos negócios, precisam de um jornal afecto  aos desideratos e interesses. Ora os jornais não devem ser isso porque as pessoas topam rapidamente a desonestidade e os fretes e desinteressam-se da leitura.

O Jornal de Notícias do mesmo grupo também sofre do mesmo síndrome mas consegue ultrapassar esse handycap porque tem bom jornalismo sobre as regiões e é ainda melhor, nesse aspecto, que o Correio da Manhã.

O Diário de Notícias como semanário, se continuar na mesma senda, vai afundar ainda mais. E ninguém deve lamentar tal facto.

Em 2012 o jornalista desportivo, Marcelino, era um director a prazo incerto. Porém, mostrava saber como se fazia a escolha de um PGR. Et pour cause...



Em 2014 o jornal fez 150 anos mas a festa foi de pouca dura: já lá estava um tal André Macedo, voz do dono Proença de Carvalho.




Nenhum jornal que o PS tenha abocanhado na sua voraz tentação de controlar informação teve sucesso.

Ainda não aprenderam e agora fizeram como Bruno de Carvalho no Sporting: levaram a equipa ao fundo.


11 comentários:

Floribundus disse...

a desgraça começa com os saneamentos dum tal de saramago
acompanhado do intelectual mané borrêra

em breve haverá mais

ainda fica demasiado lixo

para o 'evento' devem tirar selfies a chorar no ombro

joserui disse...

Bem lembrado pelo Floribundus.

joserui disse...

Pode ser que tenha interesse: The Last Days of Time Inc. (New York Times).
Vão todos caindo, mesmo sem 25A e PS… esses estão mais especializados em afundar o país como um todo. Só descansam quando estivermos todos a nadar.
José, já ouviu falar na impressão de jornais "on demand"? Chegamos a um quiosque e pedimos o "Jornal de Angola" e é impresso na hora. E pode-se escolher uns 200 jornais mundiais ou mais. Os tipos da Monocle têm isso em Londres pelo menos. Não sei se chega para a salvação, mas pelo menos evita desperdício de tiragens para o lixo e dá acesso a jornais actuais que de outro modo não chegariam ao quiosque.

Monteiro disse...

Podiam fazer uma aliança porque já ninguém os lê É tudo da Direita. Não há um único jornal de Esquerda por isso pode ir tudo para o lixo. Em tempos cheguei a comprar 4 jornais por dia. Agora qualquer um me agonia.

netus disse...

Por todo o lado, em todas as cores, COMO se CONTINUA CONFIRMANDO, os vigaristas contam com outros vigaristas, os populistas com outros populistas, os que pedem escusa com outros que também pedem escusa, os corruptos com outros corruptos.
António Cabral

Ricciardi disse...

Não sabia que o Proença de carvalho era do ps.

Não vale inventar, oh José.

O Proença é do psd. I know i know tudo aquilo que não é da direita pisca pisca é socialista.

Rb

Ricardo Amaral disse...

check https://portugalgate.org/2018/05/15/e-o-socialismo-seus-idiotas/

carlos disse...

Não esquecendo o Século e Manuel Alegre

Maria disse...

Nem mais, Carlos. O que Alegre fez ao Jornal O Século - deu cabo dele em menos de nada assim que assumiu o cargo que lhe facilitou o acto nojento, por pura maldade e inveja, de um Jornal centenário prestigiado e com tanta aceitação pelos leitores como a tinha o Diário de Notícias e até o Diário Popular - foi outro crime sem perdão praticado por ele em conluio com outros merdosos anti-fascistas, governantes da altura, os mesmos que só vieram para este País para o destruir de alto a baixo, como de facto fizeram.

Por mais desculpas que este pulha arrange para o seu criminoso acto e nisto ele e os seuscomparsas são mestres, de nada valem. Isto porque em matéria de desculpabilização de todos os gravíssimos crimes políticos e económicos que o PS, ele incluído, tem vindo a praticar desde o 25 de Abril não podem tem perdão possível. A História julgá-los-á sem remissão.

Da Serra disse...

Não sei porquê, faz-me lembrar a saga do República...

lusitânea disse...

Que o futuro semanário seja condescendente com a grande Câncio ex-Sócrates distraída e amiga de tudo o que seja ir ao tomar no cu e esfregar clitóris com clitóris...e ainda umas modalidades modernas que são descobertas quase todos os dias...

O juízo do STJ