Avançar para o conteúdo principal

Olha: o Costa também falou...

 Observador:

O primeiro-ministro afirmou que em Portugal ninguém está acima da lei e que, “a confirmarem-se” as suspeitas de corrupção nas políticas de energia por membros do Governo de José Sócrates, será “uma desonra para a democracia”.
Se essas ilegalidades se vierem a confirmar, serão certamente uma desonra para a nossa democracia. Mas se não se vierem a confirmar é a demonstração que o nosso sistema de justiça funciona”, respondeu António Costa.
António Costa assumiu esta posição na conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, após ter sido confrontado com os casos judiciais que envolvem antigo ministro Manuel Pinho e o antigo chefe de Governo socialista José Sócrates.

Evidentemente que o PS combinou uma estratégia de absorção do impacto das últimas notícias sobre o caso do Marquês.
Não obstante, o habilidoso Costa pretende  conciliar o inconciliável: o que disse o inenarrável Arons, professor de jornalismo segundo costa e que remeteu para a Justiça todas as despesas dos factos conhecidos e o que disseram agora dois encornados sobre os mesmos factos: que são uma vergonha para o PS. São, agora, note-se! Não precisam que o sistema de justiça o confirme. Costa espera por isso mas admite a vergonha se o forem. Enquanto o pau vai e vem, Costa vai folgando. 

A manhosice de Costa, neste aspecto vai sair cara porque lhe vão assacar o custo. E é bem feito.

Deixa ver o que vai dizer o queijeiro de Contenças, logo na SIC. Aposto que repete a ladainha manhosa.  [aditamento às 00:40 de 4.5- já disse e repetiu a ladainha manhosa porque é outro manhoso. Enriqueceu por causa de ser do PS e de ter sido ministro...mas ninguém lhe disse isso nas trombas, ali mesmo].
Alguém lhe perguntou onde arranjou os milhões, ele que era um pindérico no tempo do sindicalista Janeiro, da UGT?

Comentários

zazie disse…
Ele é mesmo um manhoso
Ricciardi disse…
É um bom politico. Bom para o país. Bom porque demonstrou que a esquerda dita radical portuguesa é, afinal, muito moderada. Bom porque governa claramente ao centro direita. Bom porque exige rigor nas contas publicas e não tem ido em facilitismos.

Bom porque recuperou a confiança da populaça e dos empresários. Bom finalmente porque demonstra perceber bem que a vindima só acaba com o lavar dos cestos.

Chamam-lhe manhosice. Eu chamo-lhe bom senso. Prudente no caso Sócrates.

Rb
Ricciardi disse…
Nos esqueço as palavras dum grande empresário alemão acerca de Portugal. Esta tranquilo e com reforçado optimismo. Percebeu que não há radicalidade representada no parlamento o que dá boas garantias para os seus projectos a longo prazo. Começam na Alemanha a olhar para Portugal como uma.seria alternativa aos investimentos no leste europeu que é sempre mais instável por causa do Putin.

Portugal arrisca-se mesmo a acolher investimentos alemães que nunca sonhamos ter. Os americanos já percebe a isso também, dai que a Google e a Amazon tenham optado por Portugal.

O receio de que em Portugal poderia ganhar a radicalidade de esquerda desvaneceu-se por obra e graça do genioso costa.

Já merecíamos ter um pm com este calibre.

Rb
Ricciardi disse…
A direita pisca pisca (radical, saudosista e passadista) que não tem representação parlamentar em Portugal não representa perigo e não é tida em conta. Existe em grupelhos que pululam em blogues. Não passa disso.

Quanto isso podemos ficar descansados. O salazarismo não regressará enquanto houver memória e esta só acaba quando morrer a geração que viveu nesse período.

Teremos mais uns,digamos, 30 anos sem a ameaça do regresso do salazarismo.

Por.essa razão, porque a longo prazo as gerações passam e as maldades efectuadas são esquecidas é que se torna essencial manter comemorações. Também continuar nas escolas o trabalho meritoso de informação às gerações mais novas, a ver se estas, embora sem experiência na ditadura, aprendem o valor da.liberdade.
.
Rb

Ricciardi disse…
Há pelo menos dois políticos do psd envolvidos naquilo que é acusado o Pinho. Salários do bes.

Os jornais dão notícia disso?

Não.

O psd veio dizer que sentiria vergonha se se vier a confirmar?

Também não.

Intuo eu que os ps'ss têm alguma na manga. A decisão de retirar já o ps dos casos Sócrates e Pinho deve ser para deixar o psd atrapalhado com os casos que vem por aí em força.

Não apenas nos dois elementos.suspeitos de receber salario.do bes, mas também porque um.pássaro me.disse que houve por aí umas privatizações efectuadas por ajuste directo do.anterior governo que tem gato. Um.gato do tamanha dum lince.

Rb
Joaquim Pereira disse…
Pois é. Tudo lágrimas de crocodilo, só para o faz de conta. A corrupção está-lhes no sangue, é intrínseca ao ADN PS., aprovada e encartilhada até pelo falecido “cara de bolacha”, o pai de toda merda, que inclusive disse dar a cara pelo Sócrates, apesar já então este presidiasse em Santarém! O PS quer é entreter o tempo até que encontre e possa jogar quem de sua mão que reverta as coisas e já alguns sinais deu neste sentido, como e sobretudo chutar a atual PGR.
A Mim Me Parece disse…
Ela foi a Ana Gomes, eles foram o César, o Galamba, o Augusto e agora o Costa. Todos a debitarem da mesma "cartilha". Todos a fazerem eu abrir a boca abrir de espanto com tamanha falta de vergonha. Como se só agora soubessem das "coisas"! Como se não tivessem estado todos no mesmo barco, a navegar nas mesmas águas! Parece-me que prefiro os cartilheiros do Benfica!
Floribundus disse…
o entertainer continua a dar uma 'mãozinha' a antónio das mortes

com ratazanas caídas na ratoeira

começa o salve-se quem puder

mais uns meses e a PGR sai pela janela

arons,o queijeiro e outros são os 'impolutos' indicadas para o cargo
muja disse…
Se não se confirmarem, é a justiça a funcionar. Mas se se confirmarem... ahahah!
Floribundus disse…
Tunhas no Observador

Não sei se as notícias recentes, com, depois de todas as outras, as últimas coisas que se dizem sobre Ricardo Salgado e Manuel Pinho, induzem essa percepção e esses sentimentos, mas, quase apetece dizer: deveriam. E deveriam ainda mais face à ameaça latente de, a verificar-se a não recondução da procuradora-geral da República Joana Marques Vidal, o combate à corrupção – o combate a uma espécie de sociedade secreta que age no interior da nossa e que se rege por leis que são contrárias às que vigoram na nossa – abrandar de intensidade, rigor e determinação. Claro que Ricardo Salgado continua a afirmar que nunca na vida corrompeu ninguém. Mas creio que nem ele próprio julgará que, para a opinião comum, o propósito pareça credível. A não ser que pretenda por aí dizer que nunca iniciou ninguém na corrupção, tendo os personagens com que lidou, o deletério José Sócrates em primeiro lugar, tido experiências prévias dessa natureza. Neste último caso, é verdade, a afirmação ganha até uma certa plausibilidade.
Floribundus disse…
Três de Maio de 1808 em Madrid, Os fuzilamentos da montanha do Príncipe Pío ou Os fuzilamentos de três de Maio, nome pelo qual é habitualmente conhecido, é um quadro do pintor espanhol Francisco de Goya. O quadro, de 2,68 x 3,47 metros, foi realizado em 1814 e encontra-se no Museu do Prado, em Madrid.

mais dia menos acabamos encostados à parede pelos dirigentes sociais-fascistas que desgovernam o rectângulo

observadores eleitos ... observam
Floribundus disse…
faltaram as aspas na 1ª parte

lapsus vistae
joserui disse…
Esta vergonha toda, apenas confirma uma coisa: o PS como um partido sem vergonha nenhuma. Até dá dó assistir a este espectáculo atroz. Gente sem o mínimo de honorabilidade quanto mais vergonha. Manhoso não começa sequer a descrever este Costa. Ainda vai sair melhor que o 44.
joserui disse…
Julgo que faz mais sentido agora o trabalho da SIC do little Costa… recebeu as ordens da entidade e iniciou o processo da "vergonha".
Buíça disse…
Curioso, dizia o mesmo do Socras...
Além dos mais de 100 mortos queimados (e continuamos sem helicopteros e a mesma desproteçao civil), os hospitais e infraestrutura publica a definhar de tanta cativação, as greves constantes, o estado deixar de pagar a tempo e horas e o inacreditavel mortal à rectaguarda dos colegas de Pinho e Socras nos governos virem tentar convencer-nos de que é para eles uma surpresa e uma vergonha ter havido corrupção naqueles governos, o que é que a geringonça já fez pelo país ou pelo futuro dos portugueses além de cavalgarem o boom turistico que ja vem de trás e distribuirem uns lugares pelos amigos e familia?
Eu cá não mereço outro PM deste calibre.
Se para si bastam uns fatinhos janotas e controlo sobre a narrativa da comunicação social, então tá bem.
Desde que não confunda isso com governar um país...
Maria disse…

"Deixa ver o que vai dizer o queijeiro de Contenças, logo na SIC. Aposto que repete a ladainha manhosa.
Alguém lhe perguntou onde arranjou os milhões, ele que era um pindérico no tempo do sindicalista Janeiro" (José)

E foi exactamente como o José previu.
Manuel disse…
Há aqui algo nestas críticas sincronizadas ao 44,que não bate certo. O 44 sabe o suficiente para meter em apuros todos os que falaram. Porque falariam contra ele? Para daqui algum tempo quando os restantes 50% do tic safarem o 44 de grande parte da carga penal vir dizer que nós até já o tinhamos abandadonado?
josé disse…
Até agora o 44 não abriu o livro. Só abre se o meterem na pildra outra vez e se a pena for superior a dez anos. O que acontecerá lá para as calendas de 2020 ou por aí.
Durante os dois anos que faltam ainda vai espingardar aldrabices por tudo quanto é sítio.

Hoje escreve no Jornal de Notícias a anunciar a desfiliação do PS.

Acha que o PS anda a inverter o ónus da prova...ahahahaha.

Que miserável!
Floribundus disse…
o ataque do antónio das mortes ao pinho e ao 44 e saída deste de militante do ps

é demasiado estranho

cheira a encenação para salvar as faces de quem
'faz cu da cara'

o 44 sabe mais que o suficiente para encanar todos os ex-colegas

anda por aí muito esfincter anal a funcionar mal

a telenovela tem mais capítulos
e não sei como vai acabar