sábado, 5 de maio de 2018

PS, o Partido que se tornou ridículo

Alberto Gonçalves, Observador:

O homem mais azarado de Portugal

Toda a gente sabe que o sr. Salgado nunca corrompeu uma alminha que fosse. De resto, ele próprio o garante e seria paradoxal questionar a seriedade de indivíduo tão sério. Mas impressiona que, de cada vez que se descobre uma trafulhice qualquer do Minho a Luanda, o sr. Salgado lá acabe injustamente envolvido. São subtraídos três abacates a uma quitanda de Santarém? É inevitável que o meliante refira proximidade ao sr. Salgado. Desaparecem mil milhões em operações bancárias esquisitas? Aguarda-se dez minutos e eis que o nome do sr. Salgado irrompe pelo assunto dentro. Nem chega a ser a história da cavadela e da minhoca: não vale a pena cavar que o bicho aparece sozinho. Assim à primeira vista, tudo indica tratar-se de uma enorme conspiração para lixar o infeliz, com recurso a encosto, mau-olhado e restante tecnologia de ponta. Ou então o sr. Salgado tem muito azar. Culpa, desculpem, é que não tem.

CM de hoje:

 Visão desta semana:


6 comentários:

Floribundus disse...

juntaram todas as ratazanas vorazes, mas não como no flautista de Hamelin dos Grim

filhos do maio de 68

El País
MAYO DEL 68
Aquella revolución fallida que cambió nuestras vidas
Las editoriales se vuelcan en la conmemoración con varios análisis del impacto de unos acontecimientos de mayor calado cultural que político

lusitânea disse...

Como bom judeu o Arons de Carvalho dedicou-se à catequização nas artes internacionalistas.O Zimmler idem.Pá acabar com o Diabo branco ou no mínimo colocar-lhe uma coleira de escravo fiscal é o farol das suas ricas vidinhas...mas claro sem ser por vingança...
Mas como são grandes amigos dos pretinhos cuidem-se...

Ricciardi disse...

Ora aí está. Os comediantes e a direita pisca pisca já não se distinguem. Aquilo que é próprio da comédia, que utiliza a paródia sem cuidados maiores, é agora pratica corrente da direita pisca pisca.

Em jeito de paródia tudo é aceitável. A verdade na parodia não é relevante. Não admira, pois, que esta direita pisca pisca trate os assuntos da justiça com a mesma ligeireza dos comediantes.
.
Rb

José Domingos disse...

O curioso, é que sempre que há problemas na barraca, o tó chamuça, está sempre fora da pocilga.
Foi assim no ano passado, por altura dos churrascos, estava na praia, agora, com tanta vergonha por aí, foi para o Canadá, fazer figura de urso.
De facto, não existe vergonha, ali para o largo dos ratos, é a ética republicana no seu melhor.

Ricciardi disse...

O Ricardo Salgado é, como se sabe, um homem de direita. Da direita Conservadora.

É também crente em Deus e, adicionalmente, mui católico.

O dono deste tasco disse há uns tempos que o critério para eleger um líder de governo seria alguém crente em Deus e católico.

Aí o tendes.

E não teriamos alguém nada mau. Salgado tem, de facto, bastantes qualidades. Qualidades que não encontro em nenhum governante actual e do passado. Talvez o Marcello Caetano, mas num nível de conhecimento feito de experiência muito inferior.

Salgado foi ajudado para poder fazer regressar os negócios que a revolução abrilista roubou. Foi ajudado porque há pessoas e famílias demasiado importantes para um pais para serem deixadas de lado. Salgado,champalimou etc são exemplos de gente capaz que foram ajudadas para recuperar aquilo que lhes roubaram.

E fizeram bem assim.

Salgado foi acusado mas nunca foi preso. E bem.

Tenho a ideia de que muita tinta vai correr. Ele há matérias que apresentadas a seco aos olhos da pessoa comum é crime.

Não é de admirar, pois, que por este blogue e noutros também assim considerem. Nunca tiveram de decidir o que quer que seja , muito menos a este nível.

Estas pessoas comuns se tivessem que decidir enquanto banqueiros faliam os bancos. Banqueiro que não se relacione com governos não é banqueiro.

A ser provados algumas das acusações a salgado, todos os outros presidentes de bancos terão também de ser acusados. Sem excepção.

Rb

Carlos disse...

Ricciardi;

Foi Mário Soares que reabilitou Ricardo Salgado (BES), com a grande ajuda de "mon ami" e acredita em almoços grátis?

O juízo do STJ