sábado, 18 de dezembro de 2010

As luzes da ribalta cegam deslumbrados

Sapo/Diário Digital:

O bastonário dos advogados, Marinho Pinto, classificou de "impróprias de um membro do Governo" as declarações do ministro Mariano Gago sobre as ordens profissionais, acusando-o de actuar como porta-voz do "pior corporativismo, o universitário".


várias ordens profissionais em Portugal. Mais de uma dúzia: dos médicos, dos enfermeiros, arquitectos, economistas, advogados, etc etc.

Nenhum dos dirigentes destas várias ordens se pronunciou. Nenhum, menos um: Marinho e Pinto, da ordem dos advogados e que nestas matérias anda a competir com o PGR Pinto Monteiro na atenção aos microfones e bloco-notas que lhes estendem.


4 comentários:

Kafka disse...

Também a dos médicos. Mas estes era melhor ficarem calados.

Mani Pulite disse...

O GAGO É AQUELE RAPAZ QUE É ENGENHEIRO CIVIL PELA INDEPENDENTE?

Jorge disse...

As declarações do Sr. Marinho Pinto, estão ao mesmo nível intelectual, social, politico, e de conteúdo, daquelas outras proferidas pelo Sr. Noronha do Nascimento, quando do jantar (?) ou aniversário do sindicato, e sobre os maleficios da advocacia no reino dos Noronhas.
Enfim, são eles que estão no topo da piramide, por isso gozam da presunção de que sabem o que dizem e dizem o que pensam. E este é o pensamento deles.
Coitados de nós ....

A Mim Me Parece disse...

Não, Mani Pulite, esse é o GAJO.