terça-feira, 6 de setembro de 2011

Chegou o cobrador. De fraque e pasta de troika

Joe Berardo, o herói do BCP, com ajuda da CGD e do governo Sócrates mai-lo Vara, pediu emprestado mil milhões à CGD para comprar acções do BCP. Mil milhões! Que garantias deu para tal? A sua colecção de arte, e nem toda porque ficou 25% de fora não se sabe muito bem porquê! Quanto vale? Por alto e na alta ( 2007) , 316 milhões.
Sobram ainda 700 milhões para cujo pagamento a CGD se calhar entendeu que não eram precisas garantias, para além das próprias acções.
Neste momento valem 73 milhões.

Joe Berardo, Armando Vara e José Sócrates o que merecem, com esta jogada? Digam lá: o que merecem?
Pagar tudo, digo eu. Berardo com língua de palmo e meio, porque está falido completamente ( segundo o i a sua fortuna vale actualmente um pouco mais de 500 milhões ) . E os outros dois, um inquérito como deve ser para se saber como autorizaram uma coisa destas.

PS. O caso apresenta semelhanças gritantes com a "dívida de Sá Carneiro à banca", embora este assunto Berardo-Vara-Sócrates, seja muito mais escabroso e escandaloso.
Quem lhes pede contas? Onde está o "diário" da "verdade a que temos direito"?
Se fosse nos EUA o que aconteceria a este tipo de "investidores"?

5 comentários:

joserui disse...

73M era ontem, hoje já valem menos. -- JRF

lusitânea disse...

A este ritmo vai estar tudo falido.Pelo que a albarda fiscal sobre o o contribuinte só pode aumentar...
Estou a ver os jubilados a ficarem sem a reforma por em devido tempo não terem aplicado a lei que ainda ninguém me provou ser "igual para todos"...

JC disse...

E tem pago as prestações mensais?

Ou estes mil milhões já fazem parte do crédito mal parado?

Gallagher disse...

Tem que haver justiça nestas coisas.
Se andamos a pagar aos senhores da SLN, ex-donos do BPN, qualquer coisa como cinco mil milhões, porque é que não havemos de pagar esta verdadeira pechincha que são menos de mil milhões?
O senhor até é simpático, e tem uma maneira engraçada de soletrar CMVM.
Não andamos nós também a pagar, desde 98, os 484 contos/mês da reforma da Presidente da AR com 42 anos de idade e 10 de trabalho no TC, isto, é claro, em cima do seu vencimento actual. Para não falar dos 3219,95 euros mensais, 644 contos, de Manuel Alegre, por ter trabalhado uns meses como estagiário na RDP.

Floribundus disse...

mais um que emigra para as off shores ou para Paris