quinta-feira, 15 de setembro de 2011

O ovo e a galinha da esquerda

"Todo o atraso de Portugal, desde a noite do analfabetismo salazarento aos tempos do novo-riquismo democrático, se deve ao défice de educação e formação"- escreveu no Diário Económico João Paulo Guerra, um jornalista de esquerda que costuma comentar notícias de jornais logo pela manhã, na Antena Um.
Esta frase enreda um equívoco do tamanho da Esquerda: o de que a Educação, mesmo sem se definir o que isso seja, é a panaceia para todos os males, incluindo o do atraso.

Vamos lá a ver: atraso em relação a quê e em quê? No desenvolvimento económico? São os países capitalistas e burgueses que estão mais adiantados, mesmo os nórdicos. Isso proveio da educação ou a educação proveio do desenvolvimento? É o que alguns debatem, para contrariar os mitos da Esquerda, afirmando que a educação é uma consequência e não uma causa.

Vejamos ainda melhor: em Portugal, a Educação nos últimos 37 anos melhorou ou piorou? Não me refiro a estatísticas marteladas e acéfalas. Refiro-me ao sentimento geral do cidadão comum, sem medida adequada para contabilizar. Refiro-me a ideias básicas e de senso comum, sempre contrariadas pela Esquerda bem pensante de que João Paulo Guerra é um dos próceres mediáticos.

E se a conclusão for a de que melhorou, porque outra, diversa, seria a confissão do fracasso democrático, por que raio é que estamos bem pior agora, económica e socialmente do que antes, em que tínhamos um desenvolvimento "sustentado" e coerente?

João Paulo Guerra e outros da Esquerda deveriam pensar e retirar a conclusão lógica: não é a (falta) de Educação que nos consome; é mais a Educação errada, baseada nos mitos da Esquerda em que a igualdade a todo o transe, provoca uma desigualdade paradoxal e um atraso endémico fenomenal.

No entanto, para se concluir tal coisa ou entender tal efeito é preciso Educação, sem dúvida. Mas nem tanta assim, porque as pessoas incultas e até analfabetas sempre entenderam algo que é básico e a Esquerda não compreende: não se pode viver com o que não se tem nem se produz, a não ser que se ande a pedir.

Tal como nós andamos agora, por força das ideias correctas da nossa Esquerda, mesmo a democrática.

8 comentários:

Vitor disse...

Foi esta esquerda parola que terminou com as escolas industriais e comerciais (onde se formavam verdadeiros profissionais permitindo que prosseguissem os estudos nos institutos) porque diziam que o ensino era desigual, indo os filhos dos ricos para o liceu e os filhos dos pobres para essas escolas técnicas. Ainda que fosse verdade que os das classes menos privilegiadas fossem para estas escolas, o certo é que saiam com uma formação e podiam chegar aos mesmos titulos que os do liceu.
Agora com o ensino profissional pretende-se copiar esse ensino mas nem se lhe compara.

josé disse...

Exactamente. E o responsável directo por tal chama-se Rui Grácio, um comunista da velha guarda que disse isso mesmo numa entrevista que publiquei por aqui em tempos.
As ideias da Esquerda foram as causadoras do atraso endémico que nos afecta, não a falta de Educação.

josé disse...

A entrevista está num postal que intitulei o grande erro

Floribundus disse...

a desgraça começou com rui gracio e acabou com a escrevinhadora alçada.

a escolas estão entregues aos mais velhos e mais desactualizados

das universidades não sai nada com valor.
Disse nao ex-ministro que a Fac de Farmácia era a stultifera navis mas as outras carregam o mesmo tipo de gente.

-ó da barca? de que morres-te?
-samicas de caganeira
-de quê?
-de caga merdeira

zazie disse...

morreste.

Aos mais velhos, não- estão entregues às "forças vivas da terra".

E o Crato vem com a cartilha liberal e decide ainda dar mais poder a essa maltosa que se abarbata com os fundos perdidos e ainda enfiam nas escolas mais inúteis de folclore ao tacho.

joserui disse...

Não é possível pedir a um comunista ou à esquerda que retire a conclusão lógica de todo o mal que têm causado, quando da conclusão ilógica continua a depender a sua preponderância na sociedade portuguesa.
O modo de vida dessa gente toda seria colocado em causa com a conclusão lógica. Por isso, para eles não computa. Nunca computa. Nem que lhes caia na sopa, como está tudo a cair, computa. -- JRF

joserui disse...

Mas verdade seja dita... quando em 2008 começou tudo a dar para o torto, designadamente nos EUA, para os liberais de vão de escada também não computou. Tal como no leste não se atingiu o nirvana socialista, no ocidente não se atingiu o nirvana liberal. Nós vermos acontecer à nossa frente e eles a dizer que não... -- JRF

joserui disse...

Nuno Crato, ainda não tenho opinião... mas as escolas estão enxameadas de pedagogia e pedagogos... tenho dúvidas que ele consiga livrar-se disso.
E aquele senhor de bigode do Mundo da Criança, não sai das tvs e dos jornais. -- JRF

Carros de música corrida