terça-feira, 20 de setembro de 2011

Novas do jornalismo "para quem é bacalhau basta"

R.R. ( esta emissora deve ter recrutado os seus jornalistas na antiga feira das cebolas):

O processo cível do Banco Português de Negócios (BPN) contra os ex-administradores Oliveira e Costa e Dias Loureiro foi travado.

A juíza da 11ª vara cível de Lisboa considerou o tribunal incompetente para analisar a questão que envolve um pedido de indemnização de 42 milhões de euros do banco a seis antigos gestores, entre os quais Dias Loureiro e Oliveira e Costa.

A notícia, avançada hoje pelo jornal “Correio da Manhã”, refere que a magistrada entende que esta é uma questão para o Tribunal do Comércio.

A administração do BPN já apresentou recurso no Supremo Tribunal de Justiça.

Portanto, é assim: uma incompetência em razão da matéria, determina a travagem de um processo. "Travar" é a expressão conotativa de uma aleivosia e simultaneamente de uma malfeitoria. O Correio da Manhã até a colocou na primeira página de modo que quem lê interpreta logo o sentido literal da expressão...
É este o jornalismo que temos.
PS Ah! E parece que Dias Loureiro continua pobre, porque nada tem de seu, coitado...

3 comentários:

Wegie disse...

Novas da justiça. Nada de novo.

Floribundus disse...

'a Oeste nada de novo'.
jornalismo de 'Feira da Ladra'.

jornal francês de há 10 anos.
DSK ia ser entrevistado numa rádio. disseram no programa anterior (humorístico)
«já escondemos as mulheres na cave. as duas entrevistadoras já vestiram as burkas»

Portas e Travessas.sa disse...

É este jornalismo e este jornais, que o José denota confiança - Valha-me Deus