domingo, 14 de junho de 2020

Morchoisne e Brigitte Bardot, anos setenta

Ao rever umas caricaturas que me despertaram atenção e me levaram a comprar na época a revista Realidade, brasileira, de Junho de 1973, reparei numa particularmente interessante da actriz e modelo dos sessenta Brigitte Bardot realizada pelo artista francês Morchoisne.


Meses mais tarde, em Dezembro de 1974 esta caricatura surgiu na capa do nº 3 da revista Mormoil, lançada então pelo autor, Morchoisne, além de outros.
A diferença entre ambos os desenhos, sendo notória só com alguma atenção se descobre, indicando que se trata da mesma caricatura retocada em alguns aspectos, mormente a íris do olho direito em que desaparece o aspecto estrábico do primeiro desenho, com um pequeno acrescento de brilho na íris do olho esquerdo, também retocado.


Andei à procura na Net de qualquer razão explicativa para tal alteração cosmética ou mesmo sítio onde o primeiro desenho tivesse sido publicado. Não encontrei.

O primeiro desenho foi reproduzido na revista Realidade de Junho de 1973 que explicava ter o repórter ido a França, ter estado no "atelier" que o artista repartia com os colegas Mulatier e Ricord, num sétimo andar sem elevador, em Paris, onde se encontrava, num espaço de 10m2 à espera do sucesso...


Morchoisne tinha então 31 anos e explicava assim a sua arte, aliás fascinante:


Ao longo da década de 70 o artista publicou os desenhos em vários jornais e revistas, com destaque para a Pilote e coligiu alguns trabalhos em albuns de recolha, como o Les Grandes Gueules ( editions du pont neuf, 1979) que apresenta a última versão daquela caricatura, como tendo sido realizada em Abril de 1974, num tamanho real de 50x40cm.


Em entrevista nesse livro o mistério não fica resolvido e adensa-se com a informação acerca dos lugares gráficos onde já tinha então aparecido a obra do artista.
Tendo em conta as restantes caricaturas publicadas pela Realidade em Junho de 1973 e a circunstância de algumas delas terem aparecido na revista Pilote fica por saber se essa primeira versão daquela caricatura foi publicada a primeira vez na Realidade...



Sem comentários: