sábado, 6 de junho de 2020

O engº Costa Silva terá um ABS?

O enlaçado Nicolau dos Santos explica ao Sol de hoje a genialidade de outro engenheiro que conhece, tal como conhecia o célebre Artur Baptista da Silva ( ABS) e se deixara fascinar pelo seu conhecimento e sabedoria...


Aqui fica para a posteridade a célebre entrevista ao génio escondido ( tal como este Costa e Silva...) de então, no ano de 2012, altura em que o génio queria entrar para a academia do bacalhau de que este Nicolau deve ser sócio honorário, em pobreza de espírito, pelo menos...



Qual a razão da dúvida e a fonte do cepticismo? Estive a ouvir há minutos uma entrevista na Antena 2 com o dito Costa Silva, já com alguns anos, realizada por João Almeida que costuma perguntar bem, mesmo o que não sabe e o que fiquei a saber do indivíduo em causa é que se trata de um técnico de petróleos e energia, mesmo renováveis e do gás de xisto, de que aliás é adepto.
Do resto pouco ou nada ouvi. Aliás, ouvi dizer mal do "colonialismo" português, porque o indivíduo nasceu em Angola de pais emigrados para lá em década muito anterior à independência. Logo no tempo do tal "colonialismo" o engº já era simpatizante do MPLA, anti-português, presumivelmente antifassista da linha vermelha. Em meado dos setenta terá seguido as pisadas dos nitos alves que queriam tornar Angola ainda mais dependente da então URSS do que já era.
Enfim, um currículo muito pouco recomendável.

Por outro lado, no mesmo SOl de hoje aparece uma entrevista a Mira Amaral o boy wonder do cavaquismo que foi responsável pela vinda de Michael Porter a Portugal para estudar os  nossos "clusters".

Sobre o novo baptista, perdão Costa Silva pouco ou nada sabe porque não o conhece. "Nunca vi o senhor a actuar na economia ou na indústria portuguesa, portanto não faço a mais pequena ideia".

Isto não augura nada de bom...e às tantas vai dar ao mesmo que o baptista da silva, outro bluff que o nicolau do laçarote embrulhou, ridicularizando-se num engano que não lhe matou a reputação. Antes o engordou...
Entretanto a história de Porter e o seu relatório aqui contada  é agora lembrada. Afinal as soluções eram boas, como o tempo veio a demonstrar. O engº Guterres é que estragou tudo, segundo Mira Amaral.
Infelizmente não temos cientistas suficientes para nos demonstrar quem teve razão. Mas temos a experiência do "pântano" e da bancarrota para nos mostrar que o socialismo costuma sempre dar com os burros na água, culpar os outros e voltar ao mesmo. Consegue sempre convencer a maioria votante que é mais amigo dos pobrezinhos do que os amarais e por isso castiga-os mais severamente pois quem dá o pão...e os pobrezinhos ainda não se deram conta do logro. E vão continuar  na senda habitual, como se pode ler e ver nos media, quase todos convencidos do mesmo mantra.

Será que desta vez se vai repetir o triste fado que tem sido o nosso?


Sem comentários: