Páginas

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

2014, o tempo actual revivido em recortes de jornal

Hoje o Correio da Manhã, trata dos fait-divers habituais que englobam notícias relativas a pelo menos  três mortes na primeira página. Nas interiores dá-se notícia de pelo menos mais dois homicídios, mais assaltos, pancadas e facada e em quatro páginas soltas retrata-se assim o país de Novembro de 2014:

A capa dá-nos um lampejo do país que temos: sangue, escândalos, futebol e mais escândalos.

 Na página da política uma notícia que se repete há muitos anos: o Governo reserva sempre no Orçamento de Estado verbas opíparas para pagar pareceres de advogados. Este ano são 580 milhões. O ano passado foram 414 milhões e nos anos anteriores a mesma coisa, mais ou menos. Ninguém se dará ao cuidado de indagar e investigar devidamente em que foram realmete gastos os 400 milhões do ano passado e para quem foram exactamente, mas devia. A tal "verdade que liberta" de que falava o director do jornal i teria aqui muito pano para mangas de alpaca.

Depois um escândalo. Menezes tem uma quinta, segundo conta o jornal, mas está em nome dos pais. Lá saberá porquê. O jornal desconfia e escreve factos. Esperesmos que se se esclareçam.

Numa página de opinião que ameaça fazer história, à semelhança dos artigos de há mais de uma década no jornal do Centro, Marinho e Pinto diz de sua justiça e diz bem. Vale a pena ler porque o populista desta vez não masca as palavras e põe  a boca no trombone. Já sou fã da leitura... mas desconfio que irá amansar, não tarda nada.
Espero que um dia destes escreva sobre José Sócrates. E conte o que fizeram no dia 8 de Setembro de 2009, na sede da Ordem dos Advogados, quatro indivíduos reunidos que o mesmo sabe quem são. Um deles, ele próprio...e dispenso o relato do almoço no Gambrinus pago pelos advogados.


Comparando este panorama com o de 1971, no tempo do "fassismo", Marinho e Pinto que diria?

7 comentários:

BELIAL disse...

ahnn, seu mau - o lulu fez cocó em CASAS...ahn, mau, menino mau.vai levar tautau...

zazie disse...

Ele trama-se com aquela do "cor-de-rosa-bebé".

Pode-se tocar em tudo menos no lobby dos rosa-bebé.

BELIAL disse...

diz que puxa à mãezinha...

Floribundus disse...

coloco doutro modo a questão do dinheiro gasto em pareceres

além da escassa presença física o que fazem nos ministérios uns milhares de inúteis:
dos informáticos aos licenciados em direito ?

o Monstro, também conhecido por
'la piovra', continua a engordar

M e P tem costa (representante de zé sócrates) como inimigo nº 1

Floribundus disse...


« nunca tivemos uma política educativa tão extremista e tão fundamentalista, pelo menos desde os anos 50, afirmou António Nóvoa ao Jornal de Negócios do dia 31 de outubro de 2014. »

Floribundus disse...

vão ficar a xuxar no digitus impudicus

« Não sendo as conclusão propriamente novidade, este estudo da Nova Finance Center com a Mii Finance tem o mérito de nos recordar novamente para a insustentabilidade do sistema público de pensões. Não será demais recordar também a forma negligente como o assunto tem sido encarado pelos governantes que invariavelmente desde os governos de Cavaco Silva têm apresentado uma “reforma definitiva” para solucionar a questão. »

Anónimo disse...

É pena não se fazerem Juízes com a cepa de alguns de Espanha ou Itália, ou como 2 dos nossos no activo. Mas não chegam....este polvo não é octopus, é "centopus" e depois as leis são feitas pelos
e para os malandros.