sábado, 22 de novembro de 2014

Em dez anos Portugal mudou. Apesar de tudo, para melhor...

Comunicado de António Costa aos camaradas de partido, do PS, feito por sms (!):

Caras e Caros Camaradas,

Estamos todos por certo chocados com a notícia da detenção de José Socrates.
Os sentimentos de solidariedade e amizade pessoais não devem confundir a ação política do PS , que é essencial preservar , envolvendo o partido na apreciação de um processo que, como é próprio de um Estado de Direito, só à Justiça cabe conduzir com plena independência, que respeitamos.
Ao PS cabe concentrar-se na sua ação de mobilizar Portugal na afirmação da alternativa ao governo e à sua política.
Um abraço afetuoso do António Costa"



Há um pouco mais de dez anos, o mesmo António Costa, perante a perspectiva de derrocada do partido com a prisão de um elemento suspeitos de relacionamentos pedófilos e  outros na berlinda dos boatos e nem tanto, reagia de outro modo:

Primeiro fez chamadas telefónicas que confirmou, para o então PGR Souto Moura. Para o pressionar? Não. Para "ajustar" as coisas. Não conseguiu porque Souto Moura disse-lhe candidamente que o processo já estava nas mãos do juiz de instrução ( outro crucificável ao longo dos anos, como se tem comprovado em várias ocasiões). Dizia então a TSF:

  António Costa   confirmou, esta quarta-feira, que as chamadas que são citadas nos autos do chamado caso da Casa Pia, foram feitas do seu telemóvel. «Fiz essas duas chamadas do meu telemóvel», declarou o líder parlamentar socialista.

  Estas pressões do então ex-ministro socialista da Justiça e com responsabilidades parlamentares conduziram à aplicação de medidas de coacção de prisão preventiva,  pelo juiz que se tornou persona non grata do PS e por isso foi perseguido no seio do próprio CSM ( quem se mete com o PS...leva, lá dizia o pantomineiro Jorge Coelho que bem governou a vidinha in illo tempore)

Claro que este Costa,  putativo primeiro-ministro desta desgraçada república negou qualquer pressão sobre a magistratura. Que não, que não e que foram só dois telefonemazinhos...inoques. E o próprio PGR de então não deu demasiada importância ao assunto. Mas tem importância porque revela do que esta gente era e é capaz. Quem se mete com o PS...porque o PS acha-se o dono da democracia a quem tudo deve ser permitido sem consequências.

E foi então que os esforços denodados de Costa, sendo debalde, foram catalogados na frase sintética e altamente prestigiante do actual líder parlamentar do PS cuja vergonha diminuiu ao ponto de se tornar invisível: "estou-me cagando para o segredo de justiça", Ora bem...

 Como o Público então relatava:

No despacho, o juiz Rui Teixeira situa as conversas de António Costa com Souto Moura no âmbito de uma escuta a Ferro Rodrigues, integrando-as em movimentações dos dirigentes do PS que visavam uma perturbação séria do inquérito e, por si, decretou a prisão preventiva do ex-ministro. Considerou o juiz que Paulo Pedroso foi conivente com pressões sobre a magistratura e as instituições da justiça com o objectivo de entorpecer as investigações.

Vem agora o putativo Costa mandar mensagens em sms  coisa e tal. Devia era ter vergonha do que  fez, porque agora acabou apenas de tirar o tapete ao desgraçado que nos desgraçou durante anos e nos trouxe a bancarrota á porta, enquanto se governava.

Costa, pessoalmente não terá as mesmas pechas que Sócrates. Politicamente, anda pelos mesmos caminhos, repisa as mesmas ideias e se governar pelo que anuncia vai conduzir o país ao mesmo destino: a próxima bancarrota. Com o aplauso de quem nele votar...


7 comentários:

Zé Luís disse...

As tv's também não fazem flash back...

foca disse...

Eu já vi estas personagens exigirem a demissão de outros por muitíssimo menos.

Qualquer pingo de vergonha levaria o monhé, a tralha socrática no partido e Parlamentos nacional e europeu, a enfiarem a cabeçorra na areia durante anos.

Se a dimensão disto for a anunciada, comparando com o Isaltino, esta gente deverá levar décadas de choldra.

josé disse...

Isso é que aposto que nunca farão. A rata sábia deve estar em choque perante a perspectiva de ter que relatar coisas que não são "campanha negra". Os restantes estão à espera do putativo para ver se lhes dá alguma migalha.

foca disse...

Zé Luis
Não fizeram ainda mas lá chegarão.
A rataria vai fazer ao Pinóquio o mesmo que fez aos outros quando perdem poder e elan.

muja disse...

Deve ser para isto que inventaram o aborto ortográfico... Sempre poupam nas letras dos sms...

Luis disse...

Caso para dizer: "Então o almoço não serviu para nada!"
Os que leram as noticias de então entenderão e saberão quem o disse a quem. Um é agora líder parlamentar, o outro é putativo futuro PM.

Unknown disse...

Talvez lhe interesse saber que o Público apagou o artigo do A A Mesquita (sobre as pressões do António Costa sobre a Justiça) para o qual V. linkava.
Pesquisei também no Google e nos resultados aparece o título mas clicando o artigo foi um ar que lhe deu.
Acho que seria interessante perceber porquê. E, se V. tiver uma cópia do artigo, postá-la aqui.
Obrigado.
Nuno Coelho

Em cima da mesa de Setembro 2020