quinta-feira, 19 de novembro de 2020

O MEC ( ainda) não perdeu o talento

 A crónica de hoje de Miguel Esteves Cardoso, no Público é de antologia, para mim. 

É esta: 


No outro dia escrevi que já só lia os artigos sobre culinária que o indivíduo escreve. Ainda por cima ouvi a entrevista que concedeu a Inês Meneses, na Antena Um ( Fala com ela) e fiquei siderado com algumas afirmações que não tem qualquer sustentação espacio-temporal. Por exemplo a relacionada com a música brasileira que detestava quando estava no Expresso e lhe pediram para entrevistar Chico Buarque, seguida do esclarecimento que apenas começou a apreciar tal música anos depois e em seguida à pergunta sobre a idade em que tal sucedeu ter respondido 22 ou 23 anos quando deveria ter posto em cima pelo menos mais dez anos. 

Enfim, valha esta crónica e venham mais outras.  

Sem comentários: