quinta-feira, 4 de março de 2010

Marinho, o catão

Diário Digital, hoje:

"Marinho Pinto indicou que “há pessoas nos mais elevados cargos públicos a acumular fortunas de uma forma escandalosa” e que são “pessoas que vieram da província sem nada”, mas que acumularam grandes patrimónios. “Há coisas que deviam ser justificadas politicamente”, enfatizou Marinho Pinto, observando que a Assembleia da República, através de comissões parlamentares, devia discutir e questionar o património dessas pessoas."

Marinho e Pinto outra vez. Não há semana em que o Bastonário não intervenha na praça pública para dizer de sua justiça contra os injustiçados, elencando injustiças tal catão dos pequeninos. Desta, como habitualmente, dispara no escuro, indica classes corruptas, individualiza grupos e quase chega a apontar os visados, mas...nada de nomes que isso é fogo de vista. Marinho não bufa, como se sabe. Estrebucha apenas, nestas coisas.

Para Marinho, a AR é que é o sítio para se descabelar a corrupção, por um motivo que indicou e uma contradição em que incorreu:

"Para o bastonário, o combate à corrupção não passa pelo sistema penal e pelos tribunais, que neste tipo de crime só alcançam resultados quando existe a confissão dos suspeitos."

Portanto, Marinho acha que na só na AR os corruptos confessarão os crimes e lavarão a honra em prantos de arrependimento.

Pobre Marinho.

13 comentários:

JB disse...

Não vale a pena perder tempo com Marinho Pinto. Já chega de circo e de palhaços.

zazie disse...

ahahhahahaha

Karocha disse...

http://infamias-karocha.blogspot.com/

Dr. Assur disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dr. Assur disse...

Quando Marinho Pinto fala em "pessoas nos mais elevados cargos públicos a acumular fortunas de uma forma escandalosa" se refere ao primeiro Bastonário na história da Ordem dos Advogados a ganhar 6 mil euros por mês para exercer o cargo e com direito a um subsídio de reintegração de 40 mil euros?

http://tv1.rtp.pt/noticias/?article=63338&visual=3&layout=10

josé disse...

E a pagar, em nome da Ordem e por conta desta, jantares no Gambrinus ao três stooges...

lusitânea disse...

O Marinho é o espelho da nação politicamente correcta.Um denunciador de compra clandestina de submarinos cujo custo daria para acolher muitos mais africanos nos subúrbios da grande Lisboa...

Unknown disse...

catão "vai-te catar"

Isaac Baulot disse...

Algumas pessoas reagem quando alguém diz que "anda mal a Justiça" e pedem demonstração.
Uma Ordem dos Advogados bastonada por tal especimen vale mais que mil palavras.

cfr disse...

Não sejamos injustos para o Marinho. O homem está a fazer serviço publico e a zelar pela fazenda pública e está por certo a referir-se os srs deputados da província que com o ordenado de deputado e sem outros vencimentos declarados trocaram um simples rover 111 por mercedes C230 da mesma forma que, na mesma altura, trocaram um modesto T2 na calçada Eng. Miguel Pais por um cinco assoalhadas de 150 metros quadrados
num 3º andar no edifício Heron Castilho avaliados em 800.000 euros que custaram em Fevereiro de 1996, 240.000 euros.

josé disse...

E com outro figurão chamado Herman a assegurar e testemunhar a favor que foi o preço certo porque também pagou tanto, mais coisa menos coisa.

É esta coisa que coloca a dúvida.

Quanto ao crédito, já terminou. O dono agora é o próprio.

Nada mau para um deputado. Notável mesmo.

Dr. Assur disse...

E depois "O poder judicial está, neste momento, empenhado em derrubar o primeiro-ministro"...

http://www.cmjornal.xl.pt/Noticia.aspx?channelid=00000021-0000-0000-0000-000000000021&contentid=D999D31B-7C71-4297-92C4-56B1C8364098&h=1

Afirmação que num país a sério obrigava o "moço" a ...

rita disse...

Ao que chegámos!!! http://www.publico.pt/Sociedade/poder-judicial-esta-empenhado-em-derrubar-o-primeiroministro-diz-marinho-pinto_1425759
e ninguém faz nada???