sexta-feira, 19 de março de 2010

Portugal,zero. Figo, menos que isso.

Luís Figo, futebolista que ganhou milhões a jogar à bola, esteve num evento público, no sorteio das equipas que se vão defrontar nos torneios internacionais da Champions. Esteve em nome do Inter de Milão.
Na conferência de imprensa, não falou aos repórteres portugueses. Ostensivamente e com ar displicente de mal educado ( como por vezes fez no campo em jogos do Europeu), respondeu que "para Portugal, zero".

Os repórteres portugueses deviam ter pedido a Rui.Pedro.Soares para os acompanhar.

Com este presente, Figo falava. De certeza absoluta.

12 comentários:

Alexandre Ferreira disse...

Nunca tive qualquer dúvida. Há muito que Portugal é apenas mais uma fonte de rendimentos para Figo. E reduzida. Less than zero, de facto.

Mani Pulite disse...

COM O SÓCRATES FALAVA TAMBÉM COM CERTEZA.AMBOS ESTÃO DE ACORDO EM DUAS COISAS.PARA PORTUGAL ZERO.PARA ELES NÓS PAGAMOS.AH!JÁ ME ESQUECIA.ADORAM PEQUENOS ALMOÇOS E O TAGUSPARK.

Ha do que disse...

A minha avó contou-me, há mais de cinquenta anos atrás, uma anedota de uma senhora que se peidava incontinentemente e que resolveu enfiar um figo no cú, para que os traques não saíssem.

Não me lembro do fim da anedota, nem a que propósito me lembrei disto.

lino disse...

Figo não brinca em serviço: não há declarações grátis. Nem pequenos almoços.

Anónimo disse...

É estranho porque figo naquela sessão prolongada com o PM parecia estar de alma e coração a prestar-se aos fotógrafos portugueses.

zazie disse...

ahahahahhah

Este capitão é completamente louco.

":O))))))

Buriti disse...

Respondendo ao capitão, com o final da história:

Um dia, a senhora foi a um baile e um pretendente aproximou-se dela pedindo-lhe para dançar. Ela aceitou e, no rodopio, o figo caiu. O par da senhora viu o figo no chão e comeu-o. Então a senhora, inevitavelmente, começou a peidar-se.

O cavalheiro, ao ouvir as sonoridades da dita senhora e, educado como era, diz-lhe:
-Minha senhora, como o seu cú canta!
Ela, então, responde-lhe:
-O culpado é o senhor que lhe comeu a tampa.

Esta é a história que conheço já há muitos anos. Presumo que seja a mesma que refere.

zazie disse...

eheheheh

Passaram-se com o figo.

":O)))))

Ha do que disse...

Obrigado, Buriti, a história é essa mesma, com as mesmíssimas frases!

Estes concentrados de mexilhão bexigoso já me estavam a fazer recear que a imaginação estivesse a ocupar o lugar da memória.
Tudo culpa do fanfarrão de orquestra e seus saltimbancos amestrados, esses selvagens preparados com molho tártaro, mamelucos, emplastros em banha de ouriço! Sacrebleu!

pedro frederico disse...

Boa tarde, José, como se costuma dizer, a bola começa a bater com a perdigota...há dúvidas da culpa? ....um acto destes evidencia muita coisa...uns milhares...de coisas...

Zé Luís disse...

Ídolos com pés de barro. E boca calada. Para asneiras, bastam as mãos a assinar contratos com Juve e Parma. Depois, um Zé Trocas-te qualquer resolveu a contento.

ORLANDO FIGUEIRA disse...

Isto é uma chatice...

Desde que o futebol se transformou numa indústria, deu-se demasiada importância a alguns abrunhos que, como dizia, Sousa Cintra, nem à mesa sabiam comer...