domingo, 28 de março de 2010

Os anónimos que acompanham o PM


"Silvio Berlusconi should not get things wrong. The publication of the photographs of his private parties is not an attempt to judge his morality as an ordinary citizen, rather it aims to show how, as prime minister, he is trying to turn the realm of democratic politics into a simple continuation of his friendships and entertainment … It is not the job of official aircraft to transport guests to his private parties."

Este arrazoado que se usa para justificar os princípios quando eles valem, foi publicado no jornal espanhol El Pais, para justificar a imagem que se publica, proibida na Itália e que mostra o presidente do Conselho italiano, em traje invisível, num sua casa de férias, na Sardenha, o ano passado.
A imagem sem censura das partes pudendas, também foi mostrada como se pode ver aqui.

Seria o jornal El Pais capaz de publicar a identidade da pessoa que acompanhava José S., nas férias que este passou, o ano passado, em Menorca? Parece que se chama "Carlos" e é tudo o que se sabe, depois de ler as notícias sobre as escutas no processo Face Oculta, em que esse mesmo "Carlos" intervém como companhia de conversa de José S.
Ninguém mais quis saber quem é o mesmo "Carlos" e ai de quem se atrever a violar essa privacidade...

Em Portugal, o jornalismo de investigação, anda a reboque do que a polícia vai apanhando...e afinal o El Pais foi o mesmo jornal cuja administração, directamente através de J.L. Cébrian, proibiu o Jornal de Sexta da TVI, de continuar a publicar notícias sobre os assuntos escandalosos do Freeport que envolviam o nosso primeiro-ministro.
Basta reler outra vez a citação acima, para tentar perceber o que é o jornalismo de conveniências e de grandes princípios proclamados quando convém e denegados em casos que tais.

6 comentários:

zazie disse...

É o Carlão- mi liga, tá

ehehehe

E a palonça da outra que chorava baba e ranho pelo Dreyfuzinho há-de ser o mesmo.

José Domingos disse...

A humanidade tem uma moral dupla: uma que prega mas não pratica, outra que pratica mas não prega.»
BERTRAND RUSSEL

Anónimo disse...

Muito bem caro José, porque o silêncio sobre a questão foi total e distinto. Recordo-me muito bem do que a comunicação social fez com a vida pessoal e familiar de um PM chamado Santana Lopes. Curiosamente, a questão da utilização de um Falcon colocou-se nas últimas eleições, quando o PM levou os jornalistas da SIC. Como habitualmente, a questão passou como se não existisse. Não há falta de liberdade na comunicação social. O que há é liberdade a mais para fazer política encapotada e ocultar a realidade.

Karocha disse...

Qual "Jornalismo de Investigação" José?
O que eles não fazem ou o que guardam na gaveta!

Diogo disse...

Com que então o «Carlos»! Terá sido algum arrufo mais sério com o namorado que o impeliu a engendrar um PEC?

Karocha disse...

http://infamias-karocha.blogspot.com/