terça-feira, 9 de março de 2010

Outro protagonista

Ouçam este boquejão. Amanhã comento os dislates deste "homem de esquerda", advogado, ex qualquer coisa que anda sempre a reboque de uma política que teve como farol Mao-Tse Tung.



Um dos que concorda com o boquejão é um tal Francisco Proença de Carvalho. Pois...

6 comentários:

100anos disse...

Por acaso também ouvi.
Absolutamente lamentável.
Primário, algo arruaceiro e demagógico.
GP no seu registo mais frequente.

Neo disse...

O destrambelhado maoísta está completamente a favor do branqueamento da corrupção do poder político.
Este inacreditável subversivo demitia o Procurador de Aveiro,o único que num país de gente séria receberia medalha e comenda.
Este é bem o retrato a cores da pseudo esquerda que temos em Portugal,corruptos,mentirosos e manipuladores.
Com esta gente,o país não é viável.
Não ficará pedra sobre pedra.

Mani Pulite disse...

O SUCESSOR DO GRANDE DIRIGENTE E EDUCADOR DA CLASSE OPERÁRIA, UM TAL DE ARNALDO QUALQUER COISA, FINALMENTE E DE TODO DESMASCARADO.FILHOS DE MAOS SABEM MAMAR...

juript disse...

Garcia Pereira tocou nas feridas da justiça e política portuguesa! Muito bem!

josé disse...

Pois tocou. Já vai ver de que maneira!

Tino disse...

Maosimo à parte, até aprecio Garcia Pereira no que tem de patriótico.

Fiquei atónito com o que ouvi.

Ele foi advogado de Paulo Portas.

Será que foi contratado pelo Chefe Máximo? :)))

Será que ainda temos um bastonadeiro à altura do Marinho Piu Piu.

Não me parece que Garcia Pereira não perceba que o problema da justiça está sobretudo na política, nesta corja que nos tem desgovernado.

Fico a aguardar o post o José para ver se percebo o sentido e o alcance das palavras de GP.