segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

A jornalista que quer ser taxista

Esta senhora, jornalista e directora de um jornal tão credível como o Independente da última fase, é que sabe de processo penal. Dá lições tipo taxista e para papalvo ouvir.

Ouçam que é breve, o despautério.

4 comentários:

Karocha disse...

AHAHAHAHAHAHAHAH!

Tenho uns mails dela para mim e tem a lata de dizer o que ouvi!
Vergonha José.
Será que a Senhora já está melhor das costas?!!!

Tino disse...

Desisti a meio.

Mas a senhora tem a virtude de saber, por ela e pela família, como se abortam processos judiciais...

Dr. Assur disse...

Caro amigo

Excelente ideia que nos deu a senhora. Agora já podemos livrar o Zé dos Anzóis da prisa.

Só precisamos que alguém da PJ nos forneça escutas com milhares de horas e conhecer algumas vizinhas que digam mal.

Mas seguro, seguro, é mostrar o cartão do partido :)

Manuel disse...

E pensar que já tive apreço por esta mulher. Andava enganado, agora já nem a voz de bagaço lhe posso ouvir.

O CM arrasa um juiz do TCIC