quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

O MP errou

Diário Digital:

O Tribunal de Oeiras absolveu hoje as duas dezenas de jornalistas das redações da SIC, TVI, Expresso, Visão, Grande Reportagem e Lux que estavam acusados de ter violado o segredo de justiça no processo Casa Pia.

O tribunal considerou que, em sede de julgamento, não se fez prova dos factos constantes do despacho de pronúncia.

Entre os jornalistas que estiveram em julgamento contam-se os diretores da SIC Alcides Vieira e Ricardo Costa, o ex-patrão da TVI José Eduardo Moniz e o antigo diretor do Expresso José António Saraiva, além de nomes como Pedro Camacho, Felícia Cabrita, Lourenço Medeiros, Ana Leal, Mário Moura ou Manuela Moura Guedes.
O Ministério Público não devia ter acusado, neste caso. E espera-se que não recorra da decisão. Porque a perderá outra vez, no TEDH.

1 comentário:

Mani Pulite disse...

O MP VENDIDO À DITADURA SOCIALISTA ACUSOU ESTES POR VIOLAÇÃO DO SEGREDO DE JUSTIÇA E OUTROS POR DIFAMAÇÃO.TAMBÉM PROTEGE TUDO O QUE TENHA A MARCA SOCIALISTA E PERSEGUE QUEM O NÃO É.O MP ESTÁ CHEIO DE "ABRANTES".ESPEREMOS QUE O MP HONESTO E ISENTO DENUNCIE PUBLICAMENTE OS MISERÁVEIS SERVENTUÁRIOS DO PODER SOCIALISTA QUE ACTUAM NO SEU SEIO ACABANDO COM SOLIDARIEDADES CORPORATIVAS QUE SÓ SERVEM PARA DESTRUIR O ESTADO DE DIREITO DEMOCRÁTICO.TEMOS AGORA BONS TESTES PARA ESSAS DENUNCIAS SEREM FEITAS.FREEPORT,FACE OCULTA,CASO J. PEDROSO ...