sábado, 27 de fevereiro de 2010

o procurador agastado

O procurador-geral, Pinto Monteiro, mostrou-se visivelmente agastado com a manchete do Sol e enfiou um barrete que pode não lhe servir.
O Sol diz apenas que é a Procuradoria que está sob suspeita. E apresenta factos que lhe permitem a ilação.
São falsos esses factos? Não terá legitimidade para suscitar essas suspeitas perante o que se sabe e não foi desmentido, a não ser de modo genérico e equívoco?

Pinto Monteiro, hoje, ás tv´s, na rua, balbuciou as habituais frases de perceptibilidade difícil, mas deu para entender que disse ser a notícia do Sol "completamente falsa; completamente infundada" e que "não tem o mínimo fundamento".

Mas, afinal o que é que não tem fundamento? A suspeita sobre a Procuradoria? É que Pinto Monteiro ainda acrescenta ser "espantoso...a facilidade com que se insulta",. mas...será tanto assim? As dúvidas não serão legítimas, tendo em conta o que sucedeu?
Aliás, insultos há muitos e um certo Rui Machete, no outro dia no Prós & Contras não teve pejo em dizer publicamente que os violadores do segredo de justiça são os magistrados. Freittas do Amaral há anos que diz o mesmo. Proença de Carvalho, idem. Não é igualmente ofensivo? E o PGR vai fazer alguma coisa?

Um procurador-geral assume um cargo que tem uma vertente política importante. Hoje, Almeida Santos, veio em defesa do PGR, assegurando a honorabilidade do mesmo. Com amigos assim, Pinto Monteiro não precisa de se defender.

Ou não se lembra do que ocorreu há meia dúzia de anos, com o seu antecessor? Terá havido algum PGR tão detestado, mesmo odiado, como Souto Moura, por certas franjas da sociedade portuguesa que agora, estão muito satisfeitas com a prestação do actual procurador?

E o que dizer de Cunha Rodrigues que foi enxovalhado no fim do mandato? A Souto Moura, queriam mesmo metê-lo num processo crime. E aguentou estoicamente as ignomínias de um certo PS que lhe queira fazer a cama de uma pildra imaginária. Alguém o defendeu nesse tempo? Nem o sindicato do MP o fez. E nunca fez queixa crime de ninguém -que se saiba. Até nisso soube assumir o papel que lhe coube e cumpriu de modo notável.

E no entanto, os factos, agora, objectivamente considerados, são bem mais graves do que àqueles eram imputados...

Então, para lembrança, aqui fica uma imagem que colige algumas manchetes de jornais, com destaque para o 24 Horas de Pedro Tadeu. O mesmo que então dizia que "não seria leitor do 24 Horas" que então dirigia ( veja-se a imagem com um clique para o mostrar).
Exemplar!

Pinto Monteiro para se aproximar deste nível de tratamento jornalístico vai precisar de algum tempo mais. Mas já tem o relógio a contar para trás. Hoje á noite, na tv, dois comentadores de sistema, Resendes & Delgado, disseram que o PGR já não tem grandes condições para continuar...

2 comentários:

Mani Pulite disse...

O ALMEIDA TAMBÉM DÁ ABRAÇOS E BEIJINHOS AO MONTEIRO COMO DÁ À CÂNDIDA?OU A INTERPENETRAÇÃO DE PODERES NÃO O PERMITE?

Cosmo disse...

As nossas cidades sempre tiveram muito lixo. Não há almeidas de jeito.

O TCIC é para acabar...