quinta-feira, 22 de novembro de 2012

A banca privada só reapareceu em meados dos 80

Em 1984, ainda antes de Cavaco Silva ter arrancado uma maioria absoluta nas eleições de 1985, discutia-se no país a emergência da banca privada comercial, arredada dos mercados desde as nacionalizações, dez anos antes.
Foi preciso obter as boas graças do PS para se conseguir espetar tal lança no Portugal sociologicamente socialista de então. O PS, mesmo com a oposição de toda a outra esquerda, ainda fossilizada no comunismo soviético e com o paradigma constitucional da caminhada para a sociedade sem classes, prometida em 1975 e que obrigou a duas paragens com intervenção do FMI para nos salvar da bancarrota, lá acedeu à "reorganização da banca" muito por pressão da CEE que usou esse argumento para acelerar a entrada de Portugal no convívio dos países europeus que recusavam a tal caminhada para a "sociedade sem classes".
Todas estas iniciativas políticas tiveram sempre a firme oposição dos comunistas e esquerda em geral.

Tal como conta este artigo do Semanário de 25 de Agosto de 1984, o aparecimento do primeiro banco privado comercial ainda se anunciava como um projecto " dos meios empresariais do Norte, tudo indicando que se trata de uma iniciativa séria que deverá arrancar brevemente".  Mas tudo com muitas cautelas não fossem os amanhãs porem-se a chorar, em vez do cântico matinal habitual.


5 comentários:

JC disse...

"Mas tudo com muitas cautelas não fossem os amanhãs porem-se a chorar, em vez do cântico matinal habitual."

Delicioso!

Mais um tiro no porta aviões desta esquerda fossilizada que nos há-de levar ao fundo se não a afundarmos nós primeiro!

Por eles, nacionalizava-se a banca toda outra vez.


Karocha disse...

José

Quando lhe aprouver,podia explicar isto?

http://www.ionline.pt/portugal/se-devedor-nao-tiver-bens-penhoraveis-divida-extingue-se-ao-fim-tres-meses

josé disse...

Explicar o processo civil em curso de revisão?
Não é para mim-não tenho estudos...

Karocha disse...

Não goze José ;-)

Floribundus disse...

antes do quase falido bcp, havia a D. Branca, os colchões, as 'ófexores'.

'e tudo o socialismo levou'