sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Diz que se chama "contracorrente"...

Segundo o Correio da Manhã de hoje, a SIC-Notícias prepara-se para inaugurar um novo programa de comentários, com apresentação de Ana Lourenço. A grande notícia é a contratação desse peso-pesado do comentário mediático, António Vitorino, o "notas soltas".
O programa, a entrar em casa já em Janeiro, chama-se "Contracorrente".
É um nome fantástico, próximo da ficção científica, porque congrega outros comentadores muito contra a corrente, como Manuel Sobrinho Simões, Manuela Ferreira Leite, António Barreto e Pinto Balsemão.
Só falta um Mário Soares, notório contracorrentista, vítima permanente da marginalização mediática e política.
Esta Ana Lourenço vai longe...se não parar perto.

2 comentários:

Miguel M. Ferreira disse...

Não sei bem se isto é pensado e propositado...ou se é mera incompetência dos jornalistas (e quem os dirige)...mas em Portugal é costume por "o lobo a guardar as ovelhas".
Os políticos são a classe com mais poder, mas também com mais tempo de antena através da cobertura dos media.
Quando se trata de tentar criar um "contra-poder"...algo que escrutine a sua actividade, como é o caso dos programas de comentário politico, quem é que se põe lá? Actuais ou ex-políticos (estando todos comprometidos com os partidos). É confrangedor ver aqueles debates nocturnos na SIC ou TVI (nem falo no PEC da RTP1...
Por esse motivo...os blogs ainda tem alguma utilidade...

Luis disse...

Óptimo post, José.
Aplaudo

A corrupção larvar em Portugal