sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Diz que se chama "contracorrente"...

Segundo o Correio da Manhã de hoje, a SIC-Notícias prepara-se para inaugurar um novo programa de comentários, com apresentação de Ana Lourenço. A grande notícia é a contratação desse peso-pesado do comentário mediático, António Vitorino, o "notas soltas".
O programa, a entrar em casa já em Janeiro, chama-se "Contracorrente".
É um nome fantástico, próximo da ficção científica, porque congrega outros comentadores muito contra a corrente, como Manuel Sobrinho Simões, Manuela Ferreira Leite, António Barreto e Pinto Balsemão.
Só falta um Mário Soares, notório contracorrentista, vítima permanente da marginalização mediática e política.
Esta Ana Lourenço vai longe...se não parar perto.

2 comentários:

Miguel M. Ferreira disse...

Não sei bem se isto é pensado e propositado...ou se é mera incompetência dos jornalistas (e quem os dirige)...mas em Portugal é costume por "o lobo a guardar as ovelhas".
Os políticos são a classe com mais poder, mas também com mais tempo de antena através da cobertura dos media.
Quando se trata de tentar criar um "contra-poder"...algo que escrutine a sua actividade, como é o caso dos programas de comentário politico, quem é que se põe lá? Actuais ou ex-políticos (estando todos comprometidos com os partidos). É confrangedor ver aqueles debates nocturnos na SIC ou TVI (nem falo no PEC da RTP1...
Por esse motivo...os blogs ainda tem alguma utilidade...

Luis disse...

Óptimo post, José.
Aplaudo

Fake news em acção...