domingo, 3 de maio de 2020

Mata-Bicho 71: a Geringonça é quem mais ordena

CM de hoje a propósito da manifestação do 1º de Maio autorizada à CGTP em detrimento de regras impostas aos demais cidadãos.
O pobre líder de oposição balbuciou que "foi pouca-vergonha"...mas ninguém o ouve e lá vai andando até ser substituído na função que não exerce.



Quanto à ministra da  Saúde, a que trina a Internacional quando lhe apetece, deu ontem uma entrevista à SIC, conduzida por Rodrigues Guedes de Carvalho que lhe perguntou o que deve ser perguntado sem fretes. Foi duro mas a ministra é simplesmente patética e tonta. Basta ver a resposta que deu acerca das máscaras ou acerca da justificação da autorização daquela manifestação comunista e sindicalista. Basta olhar para a foto exposta para entender que esta ministra é simplesmente parva.

Para além disso é agressiva e raivosa nas conferências de imprensa a propósito da gestão da crise do bicho. Quando as perguntas não lhe agradam, mesmo as que não lhe são dirigidas e se aprestam a ser respondidas pela simpática Graça, feita barata-tonta, afivela um ar agressivo nem sequer disfarçado e a querer significar que está ali como autoridade incontestável sendo desaforo qualquer pergunta que se atreva a pôr em crise tal estatuto. Um ar agressivo e mesmo raivoso, incontido e aparente, dirigido ao perguntador(a).
Ao menos a simpática Graça faz apenas figura de avó cantigas e não incomoda ninguém com as patetices que debita, por vezes.

Inacreditável.

Sem comentários: