quinta-feira, 7 de maio de 2020

O sentido das pessoas e coisas antigas

A Sábado de hoje traz uma entrevista a José Rentes de Carvalho, um antigo, com 90 anos e ainda activo na vida, com a mulher, na Holanda onde residem.

Merece bem o destaque e o louvor antonomásico às pessoas mais velhas que a canalha das eugenias radicais ( os vários blocos de uma esquerda cada vez mais perigosa e de radicais livres) quer eliminar "o quanto antes"...

Para além disso mostra bem que o governo que temos é uma miséria intelectual e que o sentido da economia não é bem o que nos querem dar a entender aqueles que agora governam.
O sentido antigo das coisas, o que Salazar e Marcello Caetano tinham é que estava certo e não é o destes figurões que pretendem viver sempre à custa de outros, com o Estado à ilharga ideológica.


Sem comentários: