domingo, 10 de abril de 2011

Os gloriosos heróis da esquerda democrática


Um dos heróis mais notórios da "esquerda democrática" que este PS representa é o indivíduo do retrato.
Nascido em Contenças, foi sempre de esquerda. Começou na UDP e acabou na Mota-Engil. Detesta a direita o que é público e notório.

Pelo meio do percurso foi ministro de esquerda, democrática está bom de ver e mandou no PS como os antigos carreteiros mandavam nos boys, com aguilhão para fustigar a marcha para o socialismo metido na gaveta.

Até passou por Macau o que atesta a genuinidade do produto esquerdista, democrático, e de boa cepa. Oriental, tal como o Sombra. De esquerda. Democrática.

Jorge Coelho, compadre, amigo de peito e quase conterrâneo de Dias Loureiro é o produto mais genuíno que este PS tem para oferecer como exemplo da esquerda democrática que quer preservar o Estado Social, a escola pública e o SNS.
Dias Loureiro, por isso mesmo, é o esquerdista mais notório que o PSD alguma vez pôde apresentar como troféu democrático. Porque sendo amigo de Jorge Coelho, com ele partilhou amizades e interesses. De esquerda, sempre.

6 comentários:

zazie disse...

"Começou na UDP e acabou na Mota-Engil".

ajaajaja

É uma pena estes textos não serem divulgados em jornal ou revista.

zazie disse...

"Até passou por Macau o que atesta a genuinidade do produto esquerdista, democrático, e de boa cepa."

ahahahahahhaha

Aprimorou essa ironia.

joserui disse...

Hehe. Está demais.
Não se esqueça da máxima popularizada pelo compadre esquerdista e democrático — quem se mete com o PS leva. -- JRF

Dias Santos disse...

E ainda o "hádem" vêr...

Karocha disse...

E eles "Handem" ai!

O primo, é que neste momento para mim é, um enigma!

Carlos disse...

O grande ausente da consagração de um pulha.

Quanto ás ligações ao ex-Conselheiro de Estado, homem de confiança (com certidão e tudo) do presidente Cavaco, estou como diz o povo: "isto anda tudo ligado"

O CM arrasa um juiz do TCIC