quarta-feira, 20 de abril de 2011

Entretanto, Otelo fala em Salazar

Negócios online:

"Precisávamos de um homem com a inteligência e a honestidade do ponto de vista de Salazar” afirma Otelo Saraiva de Saraiva de Carvalho.

Não, não creio que Otelo queira uma outra ditadura. Ninguém quer e não haverá disso tão cedo. Ao lembrar Salazar está apenas a mencionar um português que nunca aceitaria esta vergonha que as fotos abaixo, no Público de hoje, representam. Uma das maiores humilhações que sofremos enquanto povo. Está aí para todos verem. Uma ignomínia de que alguns dos retratados abaixo são directamente responsáveis: os representantes do FMI, entre os quais o alemão que sai do carro, e os portuguesinhos de rabo agachado à espera que lhes digam o que fazer...

Como é possível isto? Como se pode tolerar tamanha vergonha?

5 comentários:

José Domingos disse...

A grande maioria dos portugueses, principalmente, os ligados ás áreas da governaçã; governos, camaras, juntas e afins, para além de gostar de roubar, também gostam de beijar cús. Deve ser genético.

JC disse...

Tenho para mim que estes notáveis de rabo agachado andam a ver como é que ainda podem tirar proveito dos milhões que a Troika nos há-de dar.
Têm fé que algum desse dinheiro lhes vá parar aos bolsos.

Quanto ao Salazar, era bom que se contasse como chegou ao poder, em que estado encontrou as Finanças Públicas, porque acabou com os partidos políticos e como conseguiu em tão pouco tempo recuperar o estado calamitoso em que Portugal se encontrava.
E como o fez sem FMI's e sem precisar de agachar o rabo...

Acho que poucos conhecerão a história dessa época...
A verdadeira, não a que nos têm andado a impingir há mais de 30 anos.

Floribundus disse...

do grande Alex
«este país, enquanto se alivia,
manda-nos à mãe, à irmã, à tia,
a nós e à tirania»

Wegie disse...

É uma pena os representantes da Troika não terem desembarcado no Aeroporto de Beja. Assim poderiam ter dito como o Júlio:Cheguei,vi e fugi. Escusavam de ter o trabalho de analisar as contas.

Karocha disse...

JC

Eles podem querer, duvido que o FMI caia nessa!
Quanto a estarem agachados, que dizer...puseram o Pais na bancarrota!!!