quinta-feira, 14 de abril de 2011

A dívida aos alemães

Dinheiro Digital:

Entre as propostas do Fundo Monetário Internacional (FMI) e da União Europeia (UE) para Portugal consta a subida do preço das casas, como forma de travar o endividamento, avança esta quinta-feira o Diário de Notícias.

E porque não subir o preço dos carros alemães que circulam nas nossas estradas? Era um modo de poupar uns euros...e se bem que a indústria alemã se ressentisse, ficaria o país mais alividado para lhes pagar a dívida.

7 comentários:

zazie disse...

ehehehe

Pois era. E os hipócritas ainda andam para aí com tretas a dizer que não ganharam nada com o euro, nem para exportações.

Pável Rodrigues disse...

Pois é. Lá que ganharam com o Euro, lá isso, ganharam. Só que não se chama hipócrita a quem tira partido da estupidez, calhandrice e mediocridade alheias. Chama-se SELECÇÃO NATURAL.

joserui disse...

Eu concordo! Mas tenho notado que não há preço de carro e combustível que trave o nativo. Porque o português sabe o que é bom. Hehe.
Zazie, quem diz que os alemães não ganharam nada? Ainda não li isso. Mas não queria que a formiga fosse pobre e a cigarra rica, ou queria? De qualquer modo há muito EUA (com o dólar fraco!) e China na retoma alemã. -- JRF

lusitânea disse...

E a gente a julgar que existia por aí uma bolha imobiliária...

Pedro Marcos disse...

Quais são as fontes?

Vai haver muito diz que disse para demonizar o FMI...

Seja como for, essa dos carros é verdade.
E o mesmo se diz da Nokia, Sako e Lapua.

zazie disse...

Foram os próprios do artigo citado.

Lura do Grilo disse...

Nunca vi tanto audio, bmw e mercedes a circular na estrada. Mais talvez que em cidades que visitei em Itália e Reino unido.