sexta-feira, 15 de julho de 2011

Crise de Impre(n)sa

Segundo o Sol de hoje, a Impresa de Pinto Balsemão está em grandes dificuldades financeiras. Alegadamente a SIC dá prejuízo- e dos grandes. E por isso a Globo brasileira pode ser solução. Segundo se indica, "em dez anos a Impresa não distribuiu dividendos e vale menos de metade do que valia."
No artigo não se escreve sobre o Expresso e a Visão, além das demais publicações do grupo.

Portanto, o patrão mais importante dos media portugueses está à rasca. E há quem lhe queira morder as canelas, dentro do círculo de conhecimentos e até amizades ( Nuno Vasconcellos da OnGoing).
Tendo em conta o papel deletério que a Impresa, através da SIC, Expresso e Visão tem exercido na sociedade portuguesa, estou para a Impresa como para o Murdoch: colhem os frutos do que semearam. É bem feito.
Um é jacobino encapotado. Outro liberal descarado. Estão bem um para o outro. Que se amolem.

12 comentários:

fatima disse...

A SIC foi maior arma de bestialização massiva a que tive oportunidade de assistir nas últimas décadas neste país.

lusitânea disse...

Então e com o Jornal de Angola nada?Não gostam daquele eldorado?

Gallagher disse...

Concordaria com a fátima mas, se atentarmos bem, a TVI ainda está à frente e a RTP1 não lhe fica atrás, como
arma de bestialização maciça (uso uma palavra portuguesa).

joserui disse...

É verdade. Foi a SIC (via aquele patusco comentador Rangel?) que iniciou por cá uma era de TV de vale tudo. Foram um referencial ético, um farol de integridade. A populaça adorou.
Se fossem agora com a vara, já iam tarde. O mal está feito. -- JRF

fatima disse...

Literalmente, Zé. Mas a grande mentora, a percursora deste degredo foi a SIC. E "maciça" aplica-se muito bem. Isto foi uma lavagem cerebral de tal ordem que há ponta por onde se lhe pegue.

fatima disse...

O Joserui acaba de descrever a coisa na perfeição. Conseguiu ainda liquidar a já pouca educação musical que havia, com a introdução desse "fenómeno cultural" que foi a música pimba. Voltamos à idade das trevas.

Carlos disse...

Um é jacobino encapotado. Outro liberal descarado. Estão bem um para o outro. Que se amolem.

Como diz o pvo: "temos de ser uns para os outros"

Wegie disse...

Conheço a pessoa que faz o alinhamento das notícias no noticiário da SIC. Uma semi-analfabeta que obteve o 9º ano de escolaridade algures na savana angolana. Recentemente após assistir a uma peça jornalística sobre uma "instância" balnear seguida de uma outra sobre "investigadores" de capital, chamei-lhe a atenção para a "coisa". Ela não percebeu...

zazie disse...

EHEHEH

Lura do Grilo disse...

"que se amolem" Também não se perde grande coisa!

hajapachorra disse...

Pois sim, mas eu divirto-me é quando vejo aquela loira que tem andado entre a sic e a rtp e que consegue ser mais feia que seu pai. Festejou alarvemente a eleição do pacífico Obama. Num telejornal, a propósito da entrada de Portugal na Grande Guerra a dita flausina explicou que o governo republicano não teve outro remédio por causa do... ultimato inglês!

Lura do Grilo disse...

"por causa do... ultimato inglês!" Ai, Jesus!!