quarta-feira, 20 de julho de 2011

O poder de esmagar os outros

LinkA Newsweek desta semana: conta como o director do Guardian ( na imagem) levantou a lebre do News of the World, com o repórter de investigação do jornal, Nick Davies:

Nick Davies had been alerted that Brooks had told colleagues that the story was going to end with “Alan Rusbridger on his knees, begging for mercy.” “They would have destroyed us,” Davies said on a Guardian podcast last week. “If they could have done, they would have shut down The Guardian.

Na sequência do escândalo é bom ter em atenção o que disse o director do Guardian: se pudessem, os responsáveis da News International tinham-no esmagado. Sem qualquer remorso ou prurido.
Haverá disso por cá? É perguntar ao director do Sol...

Entretanto, o primeiro-ministro inglês já se defende no modo do costume: Cameron acusa a oposição, nomeadamente o Labour, de executar uma «tentativa de tirar vantagens políticas» do caso das escutas...o que aliás, é comum a todo o poder que está.Link

4 comentários:

Karocha disse...

Hoje, por volta da 1 da madrugada ,estive a ver um programa muito interessante ,sobre este assunto.

Quanto ao PM, está a defender-se como pode, duvido que se aguente!

Karocha disse...

http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Internacional/Interior.aspx?content_id=1919232

Anónimo disse...

Hoje ficou a saber-se pelo serviço informativo da TVI em directo de Londres e em jeito de comédia, que no estrangeiro há umas maletas para ouvir chamadas que não existem em Portugal porque são proibidas (tal como roubar gravadores na AR, diga-se de passagem), e que permitem escutar as ligações dos telemóveis, que se ligam aos satélites (!). Sempre desconfiei que os telemóveis não funcionavam em muitos locais do interior do país porque os satélites não chegam lá, mas hoje fiquei com a certeza toda. Portanto, aquelas antenas espalhadas pelo país fora e pelas auto-estradas, devem servir para emitir música terrestre ou para contar os carros que passam. Até fez lembrar aquela da mala que as autoridades uma vez apreenderam a uns estrangeiros (lá está) e nem sequer sabiam o que era ou fazia, já lá vão muitos anos.

Karocha disse...

AHAHAHAHAHAH!!! Flash Gordo

No programa que vi de madrugada, até explicavam como com um simples código vão ao voicemail.