quarta-feira, 13 de julho de 2011

um crime adormecido

Sapo:


Segundo a mesma fonte, o primeiro-ministro e presidente do PSD afirmou que os membros do seu executivo ficaram “surpreendidos com o desvio que encontraram em relação ao que o anterior Governo dizia”, acrescentando que se trata de “um desvio colossal em relação às metas estabelecidas”.


O actual Governo herdou do anterior uma mentira colossal. Uma aldabice monstruosa. E mesmo assim, não quer fazer ondas de choque numa investigação criminal que tem uma lei que a tal obriga e um crime que se evidencia: o que resulta da violação das regras orçamentais. Parece que é outro crime "adormecido", à semelhança do de atentado ao Estado de Direito.

Em suma: governante que se preze não é criminoso; é apenas delinquente político.

5 comentários:

lusitânea disse...

A rapaziada da política acha que ainda pode acomodar muito mais "cortes". Afinal só ainda vão nos 1ºs 50% do 14º...
E depois nestas coisas tem que haver reciprocidade.Portanto que a maioria mande destruir os papéis comprometedores!

Carlos disse...

Como diz o povo: "temos de ser uns prós outros"

Anónimo disse...

Paris é uma cidade muito bonita para se descansar de grandes trabalhos a favor da nossa querida mação.

Floribundus disse...

estou a pensar fazer um empréstimo para ir a Paris comprar um doutoramento em qualquer coisa

rita disse...

Os políticos podem não querer "levantar ondas"... há sempre coisas de vidro que podem saltar... mas não poderão os cidadãos fazer aquilo que deve ser feito????
Era o meu sonho!

O sensacional segredo de justiça