sexta-feira, 24 de junho de 2011

A sociedade secreta

Económico:

Os nomes dos políticos que pedem ao Estado a atribuição da pensão mensal vitalícia passaram a ser secretos.
(...)
A Assembleia da República, em resposta às questões do CM, é categórica: "Relativamente à indicação nominal dos senhores ex-deputados que solicitaram quer a subvenção mensal vitalícia quer o subsídio de reintegração a Comissão Nacional de Protecção de Dados, na sua deliberação nº 14/2011, considera que as informações respeitantes a esta matéria são dados pessoais, não públicos, pelo que não é possível responder às questões colocadas".

A CNPD é um organismo presidido por Luís Lingnau Silveira, antigo magistrado do MP, jubilado, pai de Tiago Silveira, ajudante no anterior governo.
A "transparência" democrática para estes democratas é como se vê, a opacidade resultante do medo da opinião pública.
Não pode haver pior sinal de anti-democracia do que isto. E ninguém os detém, neste esforço porfiado e jacobino.

A propósito destes assuntos, o pedido oportunamente efectuado pela associação de juízes ao governo anterior, no sentido de se saberem os gastos dos gabinetes de governo, irá ser satisfeito por este governo que entrou em funções, ou a matéria perdeu interesse?

7 comentários:

Mani Pulite disse...

OS PORTUGUESES SÃO OBRIGADOS A PAGAR.MAS ESTÃO PROIBIDOS DE SABER QUEM E QUANTO RECEBEM OS POLITÍCOS PENSIONADOS.ESTA COMISSÃO NACIONAL DE PROIBIÇÃO DE DADOS PERVERTE AQUILO PARA QUE FOI CRIADA.TAL COMO A COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES POR EXEMPLO.TUDO ISTO CARECE DE EXTINÇÃO E DEMISSÃO.URGENTE MESMO É UMA AUTORIDADE PARA A TRANSPARÊNCIA DEMOCRÁTICA E UMA COMISSÃO PARA AVERIGUAR OS ABUSOS E CRIMES DO ANTERIOR GOVERNO.

Wegie disse...

A CNPD vai melhorar agora com o regresso da Desembargadora ex-CEJ. Vão passar utilizar o método das cruzinhas para definir o que pode ser protegido ou não.

Monchique disse...

Afirmou Assunção Esteves no seu discurso após a aleição para Presidente da Assembleia:"Somos nós o cais da esperança que num domingo de junho saiu de casa para nos escolher e da esperança que não saiu, que é dos cidadãos que lá bem no fundo esperam para se reconciliar com a política".
Será que esconder os dinheiros publicos pagos aos políticos é uma forma de reconciliar os cidaãos com a política? Se já é despacho da Senhora, bem percebo agora porque houve tão grande unanimidade nos elogios e nos votos à Senhora. Era de desconfiar. Vai ficar tudo na mesma, ao que parece.

Wegie disse...

O Luís Lingnau Silveira e os vogais da CNPD andam a acumular indevidamente desde 2001 reformas com vencimentos. Dizem que os iates na marina de Cascais são muito dispendiosos.

Floribundus disse...

estação de combóios de Cascais durante a II GM.
os cocheiros dos trens dizeiam aos possiveis clientes
«-ó freguês quer ir à Boca ?»

joserui disse...

"Vai ficar tudo na mesma, ao que parece."
Se é despacho, é despachada. E para ficar na mesma, começa por ficar pior. -- JRF

lusitânea disse...

Eu que sempre aguardei(sentado para não me cansar)que esse bom socialismo abençoado me abrangesse afinal afundou sem ser universalmente espalhado.Espero que a TV África esclareça os futuros Portugueses para não virem ao engano...

O jornalismo prenhe de ouvir dizer