segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Ao cuidado de Nuno Garoupa.

Conta o Público de hoje que Armando Vara escapou " a acusação no caso do documento sigiloso encontrado no gabinete".

O tal documento que lhe foi apreendido na altura de buscas domiciliárias, mas no gabinete que ocupava no BCP, no âmbito do caso Face Oculta, era um apócrifo que além do mais, respeitava a investigação no processo de compra de acções do Banif por Angola.
Conta o Público que Vara não será acusado porque a investigação não logrou provar indiciariamente quem lhe forneceu tal documento apócrifo ou se recebeu ou pagou algo por ele. Mas comprovou-se que o documento apócrifo foi retirado de suporte informático no Sistema Integrado de Informação Criminal da PJ, por uma inspectora que identificaram. Essa inspectora pelos vistos é casada com outro inspector da PJ que conhecia Vara e que está em licença sem vencimento da polícia, por ter ido substituir numa empresa, a Groundforce, outro inspector dessa mesma polícia que entretanto passou para o Gabinete de segurança da CGD onde Vara foi administrador.
Conta ainda o Público que a inspectora que retirou o documento apócrifo foi processada disciplinar e criminalmente. Portanto, poderá ser responsabilizada nesses âmbitos.
E Vara, político e transeunte dos negócios da política vai alguma vez ser responsabilizado?
Pelos vistos e por este facto, não.
Portanto, em termos de responsabilidade, Armando Vara pode estar sossegado. Politicamente já vimos como foi responsabilizado no caso da Fundação para a Prevenção e Segurança: foi a partir daí que foi recompensado economicamente, saindo do Governo. E ficou rico.
Rica responsabilização...
Quanto às violações de segredo de justiça que este caso revela, o assunto deveria ser remetido ao cuidado do especialista Nuno Garoupa que no seu último opúsculo em forma de livro, alvitrou que o responsável pelas violações de segredo de justiça, "como todos sabem", é o Ministério Público.

2 comentários:

Carlos disse...

A lata de quem nos "governa". Atrás de um mentiroso, logo aparece mais um mentiroso.

http://aventar.eu/2011/10/13/pedro-passos-coelho-best-of-2010-2011/

Floribundus disse...

esta republiqueta
parece uma casa que se destina ao negócio da 'perereca'