terça-feira, 17 de abril de 2012

A esfinge de Belém

O actual PGR Pinto Monteiro tem a oposição da maioria dos magistrados do MºPº e do próprio sindicato. Tem alguns membros do CSMP abertamente contra si. Segundo o Correio da Manhã de hoje, já anunciou que não vai à tomada de posse do novel presidente do Sindicato, Rui Cardoso, por motivos de "agenda" mesmo sem ter agendado nada de especial para a tarde de amanhã.

Segundo o mesmo Correio da Manhã, numa reunião recente com alguns membros do CSMP, terá "insultado" o presidente cessante do Sindicato, João Palma e ofendido a actual ministra da Justiça, de quem depende institucionalmente, pelo menos em parte, manifestando que dantes, com os ministros socialistas é que era bom...
Se isto forem factos ( e o próprio PGR terá indicado ao CM que são "conversas inventadas", o que coloca em causa a honra de quem as terá ouvido) o PGR não tem muito futuro institucional à sua frente e certamente não chega a Outubro, data final para um mandato que não deixa qualquer saudade e, pelo contrário, marcou muito negativamente o MºPº.
Hoje mesmo, de manhã, o PGR justificou o atraso processual no caso dos submarinos ( está no DCIAP que depende directamente do PGR) com falta de verbas para perícias. À tarde a ministra da Justiça desmentiu o PGR e afirmou que não recebeu qualquer pedido para verbas desse tipo. O caso é tão grave que a humilhação é imensa e devia justificar, por si, a demissão.

Porém, para tal efeito terminante, só a intervenção do presidente da República será decisiva. O presidente da República, nesta matéria tem tido um comportamento esfíngico e mesmo intrigante e a questão de saber por que motivo ainda não demitiu o PGR continua a intrigar os passantes.
Tal como o mito da Antiguidade Clássica, Cavaco devora respostas erradas a eito. Por que não demite o PGR Pinto Monteiro?
A quem responde que é por causa da estabilidade institucional, Cavaco devora e engole um naco de bolo rei.
A quem responde que é por não haver motivos suficientes, zás! outro naco com frutos secos.

A única resposta susceptível de evitar o gesto devorador de argumentos será eventualmente esta:

Cavaco Silva não demite o PGR Pinto Monteiro porque não pode.
E isso é um drama porque se alguém a der com demonstração de factos, Cavaco terá a mesma sorte que esfinge antiga: cai do pedestal.

Aditamento em 18.4.2012:

O Correio da Manhã de hoje anuncia que a propósito do processo dos submarinos, pendente no DCIAP, "Justiça desmente Pinto Monteiro".

A notícia não é desmentível porque os factos terão vindo da própria Cândida de Almeida ( será esta a sua vingança?), directora do DCIAP, mais do director da PJ, Almeida Rodrigues e ainda da ministra da Justiça que pediu todos os elementos àqueles para se pronunciar ontem, negando à tarde, aquilo que Pinto Monteiro tinha afirmado de manhã- que o atraso processual era devido a falta de pagamento de perícias, pelo ministério da Justiça.
Ou seja, Pinto Monteiro procurou endossar responsabilidades pelo atraso a quem as não tem e disse-o publicamente comprometendo a sua posição institucional.
Não é a primeira vez que o faz e nem por isso o presidente da República actuou. Segundo tudo indica também não vai ser desta, demonstrando mais uma vez a posição esfíngica de não atender a factos suficientemente graves para uma atitude que já devia ter tomado há muito.
Porque não o faz? É a tal resposta cabal que falta dar...
Entretanto, como o caso dos submarinos tresanda a Paulo Portas, enquanto ministro da Defesa de um governo antigo, lá aparece a nemesis Ana Gomes, a sugerir a demissão do PGR porque " a demissão da equipa de procuradores, há mais de um ano, impediu que a Justiça faça o seu trabalho."
Ana Gomes lá sabe o que lhe disseram no Rato...e neste processo constitui-se assistente, para ajudar o MºPº. No caso Freeport e Face Oculta que envolve figuras gradas do PS, isso agora "não interessa nada". São tudo cabalas.
Ainda segundo o Público de hoje, na última página e comentando o desmentido de que foi alvo Pinto Monteiro:
"O PGR protagonizou mais um episódio pouco dignificante para a justiça, da qual ele é um dos principais representantes. (...) Será que um caso com a gravidade deste pode ficar por aqui?

É ao presidente da República que deve ser endereçada a resposta, mas...cuidado com a sua formulação!

16 comentários:

Floribundus disse...

há algo de misterioso e errado em tudo o que se refere a este pgr
o pobre homenzinho já mete dó ao deixar arrastar penosamente o mandato
sempre tive por Cavaco a consideração que não tenho por nenhum outro politico, mas neste caso vem perdendo o crédito que já teve.
'a ver vamos' diria o cego

Floribundus disse...

esforço-me por conhecer a situação do país onde nasci. onde nunca fui cidadão mas apenas contribuinte.
neste socialismo o contribuinte existe para servir o estado.
uns mais que outros os politicos mentem e ou ocultam as informações.
a situação europeia e mundial é preocupante para nós dependentes de ajudas externas e eternas
no fundo sinto-me 'nu com as mãos nos bolsos'

S.T. disse...

Têem telhados de vidro , são todos reféns de todos...

Karocha disse...

É mesmo S.T.

Karocha disse...

http://sol.sapo.pt/inicio/Economia/Interior.aspx?content_id=47072

Mani Pulite disse...

Uma caixa de rebuçados contra a tosse Dr. Bayard ajudará Vexa. a desentalar a fatia de Bolo Prenda de Natal que lhe está a obstruir a garganta e o impede de falar sobre esta grave questão?

Carlos disse...

PGR, cada vez mais, "orgulhosamente só". Agora só falta mesmo, "cair da cadeira".

Como se dizia na publicidade: "Brevemente, num cinema perto de si".

Anónimo disse...

Claro que pode ficar por aqui, porque Cavaco Silva até tem medo dele próprio, e tem razões para isso. É totalmente incapaz de partir a louça, de ser arrojado e até de falar de casos de que terá de falar mais tarde ou mais cedo, como é o das escutas. O homem estaria bem para um governo medieval. Daí para a frente o mundo adquiriu uma velocidade que ele não consegue acompanhar. E o outro sabe muito bem disso.

Anónimo disse...

Então agora coloca-se a pergunta natural: e nos casos do Serious Fraud Office? Também foram atrasos lá fora? Ou foi a mota?

Karocha disse...

Boa pergunta Flash Gordo!!!

Zé Luís disse...

O vómito de Belém e o sonso beirão são merda da mesma massa. Ou viceversa.

sternocleidusmastoideus disse...

Este homem já conseguiu o seu lugar na "história".

Porque razões?

Os futuros "estudiosos" ficarão de boca aberta ao descortinar essas razões.

Nós, pelo contrário, continuamos com ela fechada!
UNS MAIS QUE OUTROS.

Principalmente a "do" que está no topo da pirámide.
PORQUE SERÁ???

Streetwarrior disse...

eu sei que a realidade por vezes é muito mais simples e menos complexa do que tendemos a fazer-la.
Mas...será todo este imbróglio tambem ele mais " Uma teoria da Conspiração " ?
È que não tenho dificuldade nenhuma em perceber que se apertarem demasiado com o Shôr Dôtor, é capaz de vir por ai, umas berdades acerca das Luvinhas a Submarinos, umas berdades acerca da questão de "certos documentos que desapareceram do mnistério do Sra " Caterine D´Neuve...perdão, Dr Paulo Portas...da questão que envolveu as secretas e quem esteve envolvido...do escandalo que envolveu a Ministra da Justiça e sua Irmã mais escritórios de advogados, do ("nosso " Urrhggg) Pr Da "rés"Publica e umas tais acções com casas na Coelha, de um Processo chamado BPN e sus muchachos...dos catrogas e sua ajudinha no Orçamento de Estado e posterior ascenção do Reformado á EDP...das ligações do Shôr Dr Angelo Correia, Ilidio Pinto á Fininvest e ao nosso 1º ministro, dos Paulo Campos nos negócios das PPP, das Parque Escolares, Portucales, Parque Escolar e muitas outras tantas que a caixa de coomments não chega.
È que só para alguns é que esta gente continua com a "FaceOculta"..porque eu, já os topei a léguas... cheiram a PODRE mas não caiem!
Mas...ah são teorias da Conspiração provavelmente.

Streetwarrior disse...

Não é recente mas mostra bem o tráfico de influências.

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/catroga-em-cargo-milionario

Isto é o deboche total e com certeza que o Dr Pinto Monteiro os deve ter bem agarradinhos pelas Bolinhas, senão, já o tinham corrido ao tempo.
2+2=4..simples!

Streetwarrior disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
cineticum disse...

Uma das questões com o actual PGR é estrutural: quem só olha para o seu umbigo, não pode trabalhar (e menos chefiar) uma equipa. E se essa equipa é formada por pessoas com cabeça própria, pior um pouco.
Outra é que o actual PGR nunca foi muito amado pelos seus pares (nós, Juízes) e isso, para quem como ele é vaidoso ao extremo, cala fundo. Ainda pensou que pondo na ordem os «maltrapilhos» dos MP´s alcançaria o seu lugar na História. Enganou-se. E ainda bem!