quinta-feira, 12 de abril de 2012

O senhor Espírito Santo

Ontem era assim:




O Conselho de Administração do Banco Espírito Santo, “após parecer favorável da Comissão de Auditoria, deliberou hoje um aumento de capital social por novas entradas em dinheiro a realizar através de subscrição pública com respeito pelo direito de preferência dos accionistas de até 2.556,7 milhões de acções, ao preço de subscrição de 0,395 euros por acção, o que permitirá um encaixe de até 1.010 milhões de euros", sublinha o BES em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).


Hoje já é assado:


Económico:
Os títulos da banca seguem a perder mais de 10%, na bolsa nacional que regista perdas de mais de 2%. O BES nunca valeu tão pouco.

As acções do BES nunca valeram tão pouco, na sessão de hoje os títulos do banco chegaram a cair 26,65% e seguem agora com perdas de 18%. As acções do banco liderado por Ricardo Salgado chegaram a negociar hoje nos 0,855, sendo que o preço de fecho de ontem foi 1,167 euros.


Em Portugal, o indivíduo que acima figura não é questionado. Vai à tv quando quer, diz o que quer e fala sempre do alto da sua burra.

Porquê? Porque os nossos media são "muito suaves" , como dizia o Cavaco.

Espera-se, para bem do país de quem o citado indivíduo tanto se tem aproveitado em negócios de banca, que os burrinhos não vão parar à agua...

Espera-se ainda que apareça alguém com coragem de o questionar no que é essencial: como é que fez negócios nestes últimos vinte anos? Quem o ajudou nos governos e como?

7 comentários:

Wegie disse...

Quem o ajudou no sistema judicial? Caso Portucale: Todos os arguidos absolvidos...

JPRibeiro disse...

Como explicou, e muito bem, o Gabriel Silva: Pois...

http://blasfemias.net/2012/04/12/pois-35/

Carlos disse...

Mais uma "Graça do Espírito Santo".

Os sobreiros caíram sózinhos e um milhão de euros na conta, são mais um milagre da multiplicação de um cêntimo do sr. Jacinto Leite Capelo Rego.

Tudo normal, ou não estivessemos em Portugal.

...continue a festa, pá!

Vivendi disse...

O espírito santo é da velha aristocracia bancária europeia veste bem com todo o tipo de regimes e políticos, está-lhe no sangue. Quem sabe, sabe, e o BES é que sabe.

O BES é das poucas instituições nacionais centenária, e o BES esteve sempre no centro de decisão nacional nas opções estratégicas financeiras.

Só que me parece que ainda vai pagar cara a brincadeira, caso não se queira a economia portuguesa no contínuo definhar por longos anos.

Falo da dívida monstruosa, pública e privada, que poderá ter um desfecho estrondoso para a banca.

portugal livre disse...

...........ahahahhaha.... uma acÇao do BES vales menos que dois tomates ( tomates rama = 1,45 kl . E com toda a lógica, com dois tomates rama, sem pele e sementes faÇo eu uma boa tomatada de de ovos com um pouco de gengibre...e com uma acÇao do BES nao faÇo nada, nem dá para limpar o rabo.. ahahahahahahha que gozada...ver estes gajos engravatados, branco encamisados e cabelo cascais gomina style......puttssa que os pariu

N disse...

"Espera-se ainda que apareça alguém com coragem de o questionar no que é essencial: como é que fez negócios nestes últimos vinte anos? Quem o ajudou nos governos e como?"

Talvez os partidos democráticos financiados pelo mesmo?

Ou os actores,"intelectuais" e gente do desporto,artes e cinema e etc amiga do povo e que faz publicidade para o mesmo nos media?

O capital não tem Pátria,nem moral,nem honra,e nunca terá.

E ele sempre se deu bem com democracias,com comunismo(capitalismo selvagem de estado feito pela oligarquia dominante),e com fascismos moderados(entenda se por "nacional-capitalismo").

Só o Nacional Socialismo é anti capitalista e anti comunista e anti maçonico.

E só a "Terceira Via" pode devolver Portugal aos portugueses e arrumar com o cancro da corrupção de uma ponta á outra.

Corrupção=menos dinheiro=menos receitas=mais impostos=piores salários=menos natalidade=mais emigração nativa=mais imigração terceiro mundista=Brasil "b".

Portugal vai morrendo como nação á medidada que ainda dura a 3ª republica.

Portugal é um titanic a todo o vapor,já com mais de metade do barco no fundo,o casco todo arrebentado,agua a entrar por todo o lado,as poucas boias e botes já roubadas pelos politicos e o povinho ainda está a dançar no salão e a cantar "viva a democracia"...

Floribundus disse...

ao contrário dos cozinhados
quanto mais salgado melhor

sempre ao lado do poder