quarta-feira, 4 de abril de 2012

A Sciences Po perdeu o director.


Richard Descoings apareceu morto, num quarto deste hotel, ontem de manhã.
Já se faz o paralelo com o caso DSK...

Descoings era o Luís Arouca da Sciences Po. Corrijo: é muito pior que o desgraçado Arouca...

Curiosamente, os jornais de hoje ( Público e i) nem noticiam o facto, conhecido pelo menos desde ontem à tarde. Ou não sabem quem é Descoings, ou então é o costume a que já estamos habituados: o estribilho pegou de estaca nas redacções, pelo que tendo o PS dado o mote para deixar em paz o emigrado de Paris, os atentos, veneradores e obrigados do jornalismo nacional cumprem o calendário.

4 comentários:

Floribundus disse...

pédé de pederaste ou sodomita.
Nova Iorque atrai a paneleirada.

aqui há 'rato'

Karocha disse...

Vai ser engraçado, os americanos a investigarem :-))))

Karocha disse...

Não vão deixar nada por revirar e analisar!!!

hajapachorra disse...

Fosca-se, o degraçado só atrai desgraças.