quarta-feira, 11 de abril de 2012

A festa continua, pá...

Público:

O presidente do Instituto de Infraestruturas Rodoviárias (InIR) afirmou esta quarta-feira de manhã, no Parlamento, que “ficaria mais caro ao Estado rasgar” o contrato assinado com a Lusoponte do que renegociá-lo. PS defende que o InIR não tem condições para ser um regulador independente.


Então...porque não o rasga?!

2 comentários:

Carlos disse...

É verdade. Nós não somos a Grécia!

Hoje no JN: "ministro grego preso por corrupção - Akis Tsochatzopoulos"

Ainda hoje no mesmo jornal: "...Pardal afirmou ter sido contactado pelo ministro Lino para receber o sr. Godinho".

Então?...por uma vez o governo tem razão - NÓS, NÂO SOMOS A GRÉCIA!

Floribundus disse...

o almeida tantos disse ter medo duma bomba na ponte
foi pena não se ter concretizado na lusoponte