domingo, 15 de abril de 2012

Todo o homem é meu irmão


Um cartoon gamado a quem gamou...

9 comentários:

ferreira disse...

Eu também tenho pena de mim.
Infelizmente não posso dar-me uma ajudinha.

Manuel Vessadas disse...

A esmola é um acto controverso. O esmolador exerce sempre, embora às vezes de forma insconsciente, um certo poder. O esmolado tende a ser submisso. Foi isso que nos aconteceu quando pedimos dinheiro emprestado. Embora o vamos pagar e com língua de pau, soa sempre a "esmola".
A Natureza diz-nos que há sobrevivências assentes no parasitismo, mas isso não seria digno dos Humanos.
Esta "imagem" faz-nos pensar que somos sempre NÓS que perdemos. Quando esmolamos alguém estamos a exorcizar a nossa própria desgraça - Tragédia de que fala Nietzsche.

lusitânea disse...

Estamos falidos mas ainda vamos salvar outros mais falidos do que nós.As "caravelas" lá vão buscar mais riqueza para os nossos bairros sociais multiculturais donde sairá o "homem novo e mulato" que o Costa tanto almeja para a sua Lisboa do sec XXI...o Estado Social ainda "mexe"!

josé disse...

Sou muito mais prosaico nisso: se alguém pede esmola é porque precisa de pedir. Se tiver trocos, dou.

Não exorcizo nada nem fico mais pobre e não me interrogo se o pedinte vai gastar em vinho ou droga.

Floribundus disse...

1971 roubaram o ordenado a uma mulher da limpeza na Casa do Brasil.
como não sabia tocar nem cantar estive com um grupo de Brasileiros amigos a pedir esmola na esquina do Boul'mich com o Boulevard St Germain na esquina das termas de Cluny.

é melhor pedir que roubar. dou sempre que posso. não tenho o preconceito da caridadezinha. sobretudo agora que o estado social faliu. há muita fome nesta cidade e não só

zazie disse...

Completamente de acordo com o José.

A propósito: no outro, junto ao metro do meu bairro, estava uma velhota a pedir esmola.

Passa uma cigana com um miúdo e dá-lhe uns trocos. A velhota deve ter dito qualquer coisa a pedir mais e eu oiço a cigana a dizer:

"Mais para almoço, tem de pedir ao Estado".

eheehe

Streetwarrior disse...

A Imagem do espelho para mim ao invés do conceito de esmola, leva-me antes á interpretação das aparências.
Vivemos num mundo de aparências e passámos a dar lugar á aparência e não ao mérito.
É a minha interpretação do Cartoon.

Certa vez deu um programa na Tv de alguém muito famoso e rico, recorrendo á Maquilhagem, mascarou-se de mendigo para testar a solidariedade de certa zona,muitos nem lhe ligaram mas quando retirava o disfarçe, todos queriam autografos e beijinhos.
Pedro Abrunhosa, fez o mesmo, tocando no metro, disfarçando-se....alguns reconheceram o mérito e ajudavam, outros, mostrando o quão mesquinhas e invejosas certas pessoas são e ao serem abordados para a reportagem para opinarem,investiam com o que de pior o ser humano tem, dizendo raios e coriscos ou num minimo,nem comparação possivel tinha com o original, ficando com grandes melões quando lhes mostravam que era mesmo o Pedro por detrás da máscara.
...É o mundo das aparências no seu melhor e muitos insistem em fingir o que não são.
Portugal, na figura do estado Social,é um belo exemplo.

zazie disse...

"Estás aí desse lado e podias estar neste" - é a roda da fortuna

ferreira disse...

"Estás aí desse lado e podias estar neste"
Exactamente, concordo.

Ou
"Olha para ti, aqui deste lado"
ou
"A tua imagem é aí desse lado, mas estás neste"