quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

O cúmulo!

Como é possível ter lata suficiente para suplantar uma aldrabice apanhada ainda "com a boca na botija"? Com a maior desfaçatez. Assim:
«Isto não é um relatório da OCDE», acusou o líder parlamentar social-democrata, dizendo que foi encomendado pelo Governo, para efeitos de propaganda, usando um texto de uma especialista da OCDE, mas apenas como prefácio ao estudo. «Enganou os portugueses», disse Paulo Rangel.
«Os senhores não suportam o sucesso do país», respondeu Sócrates, lembrando que o relatório foi feito por especialistas internacionais de vários países.
Nota suplementar: Nos debates parlamentares quinzenais, este primeiro-ministro brilha sempre, pela retórica mais politiqueira e artesanal, da frase feita e do conceito corrido. Não há dúvida e é preciso reconhecer: em tretas pegadas, não há quem o bata. É disso que o povo gosta e por isso quem fica a ganhar, sempre, é o primeiro-ministro.
Contrariar e afrontar um habilidoso, com dotes comprovados de aldrabão, não é tarefa fácil, para quem quiser. É uma arte que se pode aprender, se houver o substracto suficiente para o suplantar. Pêlo de cão cura-se com pêlo do mesmo cão.
Para aldrabão, só aldrabão e meio. Rasquice combate-se com rasquice.
Este tipo de rasquice, por exemplo ( via Blasfémias) : no sítio do PS, havia este título a propósito do assunto. Agora, há este. Mudança rápida, sem explicações e aldrabice à vista desarmada.

19 comentários:

Anónimo disse...

No site de PS estava "Relatório da OCDE elogia politica de Educação do Governo PS"

Vá-se lá agora ver o que lá escreveram, mas já avanço que "Relatório da OCDE" é substituido por algo que começa por "J".

Tino disse...

No Blasfémias está o link para a página antiga.

Mais uma vez os mentirosos foram apanhados!

Vão ao Blasfémias e cliquem no link.

Karocha disse...

No Blasfémias, no primeiro post, nos comentários, estão links de jornais estrangeiros, aonde já se fala, da vergonha Freeport.

carlos disse...

Depois do chamado "debate parlamentar" de hoje, alguém imagina que um país aguenta mais 4 anos desta merdice?
A questão já começa a ser de libertação nacional.

Segismundo disse...

A palavra que mais me ocorre é impeachment.

Há alguns aspectos paralelos ao que se passou com Fernando Collor de Mello.

Este melro também não quer abandonar o poder.
Collor tinha um testa-de-ferro,este não?

Anónimo disse...

Nos anos 70, nas festas do São Miguel (Setembro), em Cabeceiras de Basto, havia uns fulanos meio aciganados que vestiam fato, usavam daqueles microfones com lenço e vendiam cobertores recheados a banha da cobra. Lembrei-me disto porque estive a ver o debate. O que posso garantir é que o Sócrates, como cidadão e PM enquanto tal, não chega aos calcalhares daqueles senhores. Eles vendiam aquilo e ninguém dava por nada.

Karocha disse...

Bomba de última hora na SICN.

Fartinho da Silva disse...

É novo Vale e Azevedo!

Karocha disse...

Isto, na minha humilde opinião, é muito mais grave.
O Vale,não era, nem nunca foi 1º Primeiro-ministro.
Foi tão só, assessor do Balsemão, quando este foi 1º Primeiro-Ministro, dai o nome, Gica das Fotocopias...

Anónimo disse...

Fartinho da Silva,

Eu se fosse a si prescindia da segunda palavra.

Anónimo disse...

Ou é de mim ou de hoje para amanhã alguém vai entrar pela sarjeta da quinta do ABC.

Colmeal disse...

Eh Eh Eh!

A TVI diz que os ingleses confirmam que o Zézito esteve reunido com todos à mesma mesa....

E agora Zé? Porreiro Pá ?

Anónimo disse...

Colmeal,

Parece que Sócrates, neste momento, só tem duas saídas: dizer que se lembra de estar a dormir durante toda a reunião ou que não gravou isso na sua memória.

carlos disse...

Ouvi dizer que o Freitas (blurgh, vou vomitar e volto já) ao defender quem interessa atirou lama para cima do Zé Manel. Sempre é verdade? Se for, quer dizer que queimou o último neurónio, coitadito.

Karocha disse...

Qual Gija das fotocopias?

Colmeal disse...

Flash,

O mal dos nossos políticos é que têm uma memória muito selectiva .... só se lembram do que lhes convém....

Acabo de ver na SicNoticias, O Luís Delgado pedir para a investigação ser célere para assim rápidamente se ilibar o sr Primeiro-ministro (sic)

No mínimo, deveria pedir para se concluir com celeridade toda a investigação e depois punir quem deveria ser punido e ilibar os restantes.
Dito assim até parece que alguém possui aquela carta do Monopólio que diz "Você está livre da Prisão" ....

Já agora um "cheirinho" da imprensa britânica :
Jornal Independent 27-01-2009

Cumprimentos

Anónimo disse...

Colmeal,

Eu ouvi parte do que disse Luis Delgado. De passagem disse "não quero acreditar que isto...". Como a matéria prima é muita, pesada e desconfortável (o telefone pode tocar), ele e os outros começam a evitar a realidade e resumem-se a análises deste género.

Obrigado pelo link.

Tino disse...

José

O Vital ou precipitou-se ou fez aldrabice.

Tinha um post em que dizia «relatório da OCDE».

Logo que se descobriu a fraude, emendou o post. Vá lá que pôs uma referência quanto a ter feito uma correcção, que não especificou.

Mas sobre a aldrabice da Ministra da Educação e do Primeiro Ministro não diz nada.

Clicando neste link ainda se consegue ver que estava lá escrito «relatório da OCDE»:

http://www.google.pt/search?client=firefox-a&rls=org.mozilla%3Apt-PT%3Aofficial&channel=s&hl=pt-PT&q=Vital+Moreira+relat%C3%B3rio+OCDE+deliberado+sil%C3%AAncio&meta=&btnG=Pesquisa+do+Google

Eu, por via das dúvidas, gravei a foto.

josé disse...

Pois. Corrigiu. Basta isso, porque quanto ao resto já sabemos o sectarismo.

Aquando do acórdão de libertação de Paulo P. colocou as alegações da defesa como sendo a decisão da Relação...pobre Vital.

Dura lex, sed latex